Canal
Geral

Ministro defende integração da aviação latino-americana

Por: 0 29 de Agosto de 2014

O ministro-chefe da Aviação Civil, Moreira Franco, defendeu no dia 26 de agosto, a integração da aviação latino-americana. A afirmação foi feita durante abertura da 86ª Reunião do Comitê Executivo da Comissão Latino Americana de Aviação Civil, que acontece em Brasília (DF). Moreira Franco explicou aos participantes que o governo brasileiro não tem poupado esforços para integrar o País inteiro por meio do transporte aéreo. Para o ministro, o mesmo precisa ocorrer com a aviação latino-americana. "Esta reunião cumpre um papel extremamente relevante, que é o de estimular a integração latino-americana que, em menor escala, é exatamente aquilo que estamos perseguindo aqui no Brasil", declarou.

Foto: Divulgação.
[caption id="attachment_416602" align="aligncenter" width="562"]Moreira Franco. Moreira Franco.[/caption]   "Nós precisamos dessa integração por intermédio da aviação. E para isso é necessário que as regras, a cultura, os mecanismos de segurança, as orientações gerais sejam para nós não apenas o canal, a avenida, mas que dialoguem com o ambiente da aviação internacional, garantindo essa integração latino-americana." Ainda segundo Moreira Franco, o Brasil quer dividir a experiência da melhoria da infraestrutura aeroportuária com os demais países da América Latina: "Temos de preservar esse ambiente de afetividade, de carinho, e, sobretudo, de confiança no que vamos construir juntos, para nos integrar aqui e buscar uma integração de qualidade com o mundo, trazendo e praticando os avanços tecnológicos que na área da aviação se dão de maneira extremamente rápida." "Com isso, o fruto final de todo nosso esforço será o aumento permanente do número de latino-americanos usando a aviação como instrumento de seu enriquecimento pessoal, e, sobretudo, de consolidação de valores que nos coloquem numa sociedade aberta, democrática, livre, que não somente respeite e proteja as diferenças entre as pessoas, mas que combata as desigualdades", finalizou o ministro da SAC.

Tags: