Geral

Geral

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Marcos participa da "Festa Popular" do Palmeiras

Por: 0. 23 de Agosto de 2014

A diretoria palmeirense e convidados celebrarão o centenário do clube no dia 26 de agosto, em um jantar, mas o clube preparou o que chama de "Festa Popular". Neste sábado (23/08), das 12 às 18 horas, na Praça da Sé, em frente à escadaria da Catedral, ocorrerá o evento para comemorar o aniversário do Palmeiras com a presença do ex goleiro Marcos. O local é exatamente onde o Palestra Itália foi fundado em 1914. Em 1942, por conta da pressão sobre italianos em meio à segunda guerra mundial, o clube passou a ser Palmeiras.

Foto: Palmeiras.com.br
Palmeiras_MarcosAlém de Marcos, também estarão presentes o ex lateral direito Cafu, presente no título paulista de 1996, o jornalista Mauro Beting e as candidatas à final do concurso "Miss do Centenário do Palmeiras". O clube anuncia que também preparou uma roda de samba "formada por autênticos palestrinos" para dar início às festividades. A organização disponibilizará banheiros químicos e apoio de seguranças e sugere que a locomoção para o evento seja feita por transporte público e convida a torcida para, ao final da festa, se deslocar ao Pacaembu, onde o time enfrenta o Coritiba, às 21h.

Taça Oberdan Cattani

Em meio às celebrações do centenário palmeirense, um time com ídolos como Ademir da Guia, Edu Bala, Jorginho e Evair garantiu ao clube a Taça Oberdan Cattani em torneio retrô organizado no estádio do Juventus, na Rua Javari. O estádio e o entorno foram armados como se os jogos ocorressem no réveillon de 1942, o último antes da mudança do nome de Palestra Itália para Palmeiras, e foi utilizado uma bola de capotão e times, juízes e gandulas com uniformes da época, além de carros antigos na Rua Javari. O Palestra Itália venceu o Paulistano na semifinal por 3 a 2, com gols de Evair, Jorginho Putinatti e Odair, e, por conta da vitória, ficou com a Taça Heitor Marcelino, um dos primeiros ídolos do clube. Na final, enfrentou o Germânia, que tinha eliminado o Juventus no número de escanteios (primeiro critério de desempate da época), e ganhou por 1 a 0, em pênalti convertido por Evair. O ex volante Dudu foi o técnico do Palestra Itália, representado por Gilmar, Luis Sergio, Rosemiro, Polozzi, Arouca, Esquerdinha, Edu Bala, Adãozinho, Ademir da Guia, Toninho, Célio, Chiquinho, Pires, Gallo, Odair, Reinaldo Xavier, Jorginho Putinatti, Celso Gomes, Evair e Reginaldo, além de Bezerra como mordomo.

Tags: