Canal
Geral

Marcas de pequeno e médio porte bancam Facebook

Por: 0 19 de Janeiro de 2011

Nada de Coca-Cola ou Procter & Gamble. Quem garantiu ao Facebook a maior parte de sua receita bilionária em 2010 foram as marcas de pequeno e médio porte. Estimativa da eMarketer, publicada no dia de ontem (18/01) pelo Advertising Age, aponta que os ganhos da rede social de Mark Zuckerberg alcançaram US$ 1,86 bilhão em 2010, dos quais 60% (US$ 1,12 bi) vêm dos anunciantes de menor estrutura. Em relação a 2009, o aumento da receita total do Facebook foi de 86%.

[caption id="attachment_62980" align="aligncenter" width="400" caption="Media Persone of the Year Marc Zuckerberg (Foto: François Durand)."][/caption]

De acordo com o AdAge, empresas de pequeno porte passaram a utilizar o sistema de "autoatendimento" do site, modelo que rendeu altos lucros ao Google. Por esse esquema, as marcas não dependem necessariamente de uma agência para gerenciar o processo de inserção e manutenção de campanhas na rede. Elas mesmas o fazem. "Esse tipo de anunciante está realmente bancando o crescimento do Facebook," disse Debra Williamson, analista da eMarketer. "As marcas experimentaram o modelo com o Google por anos e agora repetem isso com o Facebook", complementa Debra. O estudo da eMarketer aponta ainda que, do total investido na rede social, US$ 1,2 bilhão vem de anunciantes dos EUA. Grandes companhias como Coca-Cola e Procter & Gamble ou Match.com, conribuíram menos com a receita do site: cerca de US$ 740 milhões.

Tags: