Canal
Geral

Marca em casa sugere sampling com maior assertividade

Por: Redação 13 de Abril de 2016

Kits exclusivos, recebidos em casa, sem custos e com a chance de fazer aquela “resenha” com os amigos. É a proposta da Marca em Casa, startup B2B criada em 2014 que visa conectar marcas a consumidores de maneira simples, inovadora e personalizada. 

Os responsáveis são Tatiana Rihan, 28 anos, especialista em marketing e comportamento do consumidor, e Jaime Soutilho, 36, programador.

A ideia é incentivar os presenteados a fazer um encontro social, desfrutando dos produtos que receberam. Os usuários se cadastram no site marcaemcasa.com.br, respondem a um questionário socioeconômico e escolhem qual a campanha de sua preferência. 

A equipe da Marca em Casa checa as informações obtidas, identifica quais as pessoas que mais se aproximaram do perfil estabelecido e elege os ganhadores. Quem recebe os kits é incentivado a se manifestar pelas redes sociais.

As empresas contratantes são beneficiadas com pesquisas de satisfação antes e depois do consumo, marketing promocional e geração de mídia espontânea. Dessa maneira, a ação se torna importante em casos de relançamentos ou de análise do nível de aceitação de produtos que já estão no mercado.

 Além de receber a cortesia em casa e compartilhá-la, pode-se interagir com outros fãs e se torna um influenciador. Sendo assim, são praticados três conceitos conhecidos do marketing: ações de sampling (envio de amostras grátis), pesquisas de mercado e monitoramento digital.

“As empresas poderão ouvir seus consumidores sem ruídos, por meio de um serviço de qualidade e mais econômico. A propaganda é feita de uma forma experiencial e divertida. Não há passividade, como em um anúncio de TV. O cliente participa ativamente.”, disse Tatiana Rihan. Ainda segundo ela, trata-se de uma nova visão das amostras grátis, já que os métodos tradicionais dessa ação nem sempre rendem bons resultados:

“A maioria das ações de sampling tem um valor alto, e o público-alvo nem sempre é atingido.”, analisou.

Gastronomia é o segmento que mais procura a Marca em Casa para realizar campanhas. Foi assim com a Coco Legal, distribuidora de água de coco natural em garrafas, que apostou na novidade para conquistar clientes na Zona Sul e na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro-RJ:

“Adorei o meu kit. Foi uma forma muito legal de conhecer uma marca. Virei consumidora. Obrigada, Marca em casa!”, opinou nas redes sociais Luma Oliveira, 27 anos.

Em 2015, Tatiana Rihan esteve com outros empresários na Tech Crunch Disrupt, o maior evento global de startups que acontece anualmente no Vale do Silício, em San Francisco, Califórnia-EUA. O evento conta sempre com empreendedores mundialmente conhecidos, e já recebeu a visita de Mark Zuckemberg, criador do Facebook.

A Marca em Casa teve colaboração da Shell Iniciativa Jovem, que é desenvolvida desde 2001 no Rio de Janeiro-RJ e auxilia jovens de 20 a 34 anos a tirarem do papel o seu empreendimento. Além disso, a Marca em Casa ganhou o selo “Empreendimento Sustentável”, que é renovado anualmente por meio de uma auditoria. 

Tags: Alimentos | Bebidas Não Alcool