Canal
Geral

Inter analisa propostas para reforma do Gigantinho

Por: 0 10 de Abril de 2013

Enquanto a reforma do Beira-Rio está a todo vapor — já são 65% das obras finalizadas — o Inter estuda o que fazer com o Gigantinho. O ginásio ao lado do estádio colorado ficou de fora do contrato com a Andrade Gutierrez. A Brio, empresa que terá gestão de parte da casa colorada, já fez uma proposta e espera a resposta do clube gaúcho. Nos próximos dias, os integrantes da comissão de obras irão analisar o conteúdo.

O presidente da comissão, Maximiliano Carlomagno, não quis revelar mais detalhes do que a Brio projetou. Apenas adiantou que o estilo de parceria seria semelhante ao do Beira-Rio. Ele irá dar mais detalhes assim que reunir a comissão de obras. Depois, a proposta ainda passa pelo Conselho Deliberativo do clube. A revitalização do Gigantinho acabou de fora do contrato do Beira-Rio, mas a Brio tinha a preferência para ajustar a situação. Mandou a proposta e agora espera a análise do clube. "Recebemos uma proposta para o Gigantinho. São os focos principais. O restante do complexo (shoppings e prédios) fica para depois da Copa do Mundo", ressaltou Carlomagno. Presidente da Brio, o carioca Marcelo Flores está otimista com a situação. Também não quis dar detalhes do que foi oferecido ao Inter, além da reforma completa do ginásio, palco do título mundial do time de futsal, sobre o Barcelona. O Gigantinho conta com uma área construída de 7,2 mil metros quadrados e uma quadra de futsal de 36m x 18m, além de 11 cabines destinadas à imprensa, 13 banheiros (seis femininos, seis masculinos e um para deficientes físicos), seis vestiários, 11 bares e seis portões de acesso. O Gigantinho é utilizado para shows de forma recorrente em Porto Alegre. Tem capacidade para 12.864 pessoas para jogos e 14.586 para shows, mas a acústica do local é muito questionada. Bandas como Oasis, Greenday, Red Hot Chilli Peppers e Iron Maiden estão entre as que já fizeram apresentações no local. Fonte: Zero Hora.

Tags: