Canal
Geral

Instituto Ronald McDonald vence prêmio internacional Hearts & Hands

Por: Assessoria. 3 de Setembro de 2015

A mais alta premiação da Ronald McDonald House Charities (RMHC) foi concedida ao Instituto Ronald McDonald no último dia 26 de agosto, na cidade de Chicago, Estados Unidos.

Vencedor da categoria Expand Reach (Expansão do Alcance), o Instituto apresentou a experiência do Programa Diagnóstico Precoce no município de Santarém, no Oeste do Estado do Pará. Em 16 anos de atuação, é a primeira vez que o Instituto Ronald McDonald conquista um Hearts & Hands.

O Hearts & Hands Awards é uma celebração da RMHC aos programas e iniciativas inovadoras e bem-sucedidas realizadas pelas representações do sistema em todo o mundo. A RMHC é um sistema internacional, representado no Brasil pelo Instituto Ronald McDonald, que conta com o suporte do McDonald’s e outros doadores corporativos e individuais, o que possibilita oferecer programas e serviços para aproximadamente nove milhões de crianças e suas famílias, anualmente, com presença em mais de 60 países.

O case premiado retrata o sucesso do programa Diagnóstico Precoce realizado em Santarém, Oeste do Pará. A região foi indicada para a realização do Programa Diagnóstico Precoce, com o objetivo de aumentar as chances de cura e qualidade de vida de adolescentes e crianças com câncer no Pará.

Os profissionais, incluindo médicos, enfermeiros e agentes comunitários de saúde, dentre outros, foram capacitados para que possam suspeitar e encaminhar adequadamente para hospitais de referência potenciais casos de câncer infantil e juvenil.

Na ocasião, também foram oferecidas aulas, que incluem temas como a política nacional de atenção oncológica, sinais e sintomas de câncer, cuidados necessários para a atenção à saúde da criança e do adolescente com câncer e a organização do sistema de referência para a assistência à criança e ao adolescente com câncer.

“O objetivo principal do Programa Diagnóstico Prece é salvar vidas. Consideramos que a forma mais efetiva de vencer o câncer em crianças e adolescentes é o diagnóstico precoce, encaminhamento adequado e tratamento de qualidade da doença.”, comemora Francisco Neves, superintendente do Instituto Ronald McDonald.

Com intuito de contribuir com o aumento dos índices de cura da doença, o Instituto Ronald McDonald criou o Programa Diagnóstico Precoce, em parceria com o Inca e a Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (Sobope).

O Programa Diagnóstico Precoce capacita profissionais da atenção primária à saúde (Estratégia Saúde da Família) e médicos do Sistema Único de Saúde (SUS) para que possam suspeitar de sinais e sintomas do câncer em crianças e adolescentes e realizar um encaminhamento mais ágil aos serviços especializados, reduzindo o tempo entre o aparecimento dos sintomas e o diagnóstico, aumentando sensivelmente a expectativa de cura dos pacientes

Desde 2008, o Programa Diagnóstico Precoce capacitou mais de 16 mil profissionais em 125 municípios de 14 estados do país, atingindo mais de 1.900 equipes da Estratégia Saúde da Família em todo o Brasil.

“Graças à solidariedade de milhares de pessoas, estamos conseguindo reduzir a mortalidade da doença. Atualmente, o diagnóstico precoce, seguido por um tratamento efetivo, é considerado uma das principais formas de intervenção, que podem influenciar positivamente no tratamento do câncer infantil e juvenil”, enfatiza Neves.

Tags: