Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Instituto Ronald McDonald lança Espaço da Família no BR

Por: 0. 8 de Agosto de 2011

O Instituto Ronald McDonald e o Hospital Gpaci - Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil - inauguraram na noite da última quarta-feira (03/08), o "Espaço da Família". O evento aconteceu na sede do Gpaci, em Sorocaba (SP). O "Programa Espaço da Família do Instituto Ronald McDonald" foi concebido com a missão de oferecer conforto e acolhimento para crianças e adolescentes em tratamento no hospital e famílias que acompanham seus filhos.

[caption id="attachment_134712" align="aligncenter" width="580" caption="Sala de Recreação do Gpaci."][/caption]

Pesquisas internacionais demonstram que a presença da família no hospital ajuda a criança ou adolescente a lidar melhor com a doença. Isto garante a união familiar, melhora a adesão ao tratamento e sua continuidade e diminui sensivelmente o tempo de recuperação dos pequenos pacientes. Para isso, o Espaço da Família do Gpaci irá oferecer atividades lúdicas de acordo com a faixa etária, computadores com acesso à internet, espaço para cinema, sala de estar e TV para os acompanhantes, e banheiros privativos, com espaço para banho. A equipe do Espaço da Família conta atualmente com dois funcionários e 17 voluntários. A nova ala tem capacidade para receber simultaneamente 60 pessoas entre adultos, crianças e adolescentes. A escolha de Sorocaba para o primeiro Espaço da Família do Brasil se deu pela importância deste centro médico oncológico. O Gpaci recebe pacientes de 48 cidades da região. Estes pacientes voltam para suas residências somente ao fim do dia, geralmente com o transporte de suas prefeituras. Este cenário mostrou que o perfil do hospital e da cidade se encaixavam no que propõe o programa. A partir daí, o Instituto Ronald McDonald destinou R$ 336.459,16 em recursos por meio da parceria com a Seara Marfrig e viabilizou a implantação da primeira unidade do Brasil na cidade. Humanização do Atendimento “O Instituto Ronald McDonald identificou este programa como uma demanda prioritária no combate ao câncer infantojuvenil no Brasil. O Espaço da Família vem complementar os programas do Instituto que propiciam o diagnóstico precoce, encaminhamento adequado e tratamento de qualidade para as crianças e adolescentes com câncer do Brasil e seus familiares”, afirma Francisco Neves, superintendente do Instituto Ronald McDonald, organização sem fins lucrativos responsável pelo modelo de gestão, articulação com parceiros, planejamento de expansões, e supervisão financeira e de desempenho das unidades que integram o Programa Espaço da Família. De acordo com Carlos Camargo Costa, presidente do conselho administrativo do Gpaci, na região de Sorocaba, mais de 80% dos pacientes vivem a cerca de 90 km do centro de oncologia, representando aproximadamente 1,5 horas de viagem.  Esses pacientes chegam ao Gpaci por meio de ambulâncias e outros transportes fornecidos pelas cidades vizinhas. Mas, apesar de deterem mecanismos de apoio ao tratamento, estas famílias têm que esperar cerca de seis a oito horas para que os procedimentos médicos sejam concluídos, incluindo quimioterapia, bateria de exames, entre outros. “O Espaço Família irá humanizar essa espera. Trata-se de um espaço dedicado a atenuar as dificuldades pelas quais as famílias estarão passando durante o tratamento; um refúgio onde todos poderão desfrutar de momentos lúdicos, buscar ajuda terapêutica e acolhimento humano, para que possa enfrentar o tratamento da forma mais digna possível”, conclui Carlos Camargo Costa. Sobre o Espaço da Família O Programa Espaço da Família foi criado em 1992 pela Ronald McDonald House Charities (RMHC), sistema internacional presente em mais de 50 países. A primeira unidade foi inaugurada no Children’s Mercy Hospital na cidade do Kansas, EUA. Desde então, o Programa foi expandido para mais de 170 unidades em 18 países. O Espaço da Família de Sorocaba é o primeiro do Brasil e tem como objetivo oferecer conforto e acolhimento para crianças e adolescentes em tratamento ambulatorial contra o câncer e também as famílias que acompanham seus filhos em tratamento em unidades médicas, inclusive em internações.

Tags: