Canal
Geral

Recife realiza evento para celebrar as Olimpíadas

Por: 0 18 de Abril de 2012

Como parte da contagem regressiva para a abertura dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Londres, o embaixador britânico, Alan Charlton, junto com o Consulado Britânico no Recife, convidaram duas escolas públicas pernambucanas para atividades divertidas e esportivas relacionadas aos esportes. Atração especial, o boneco Wenlock, mascote do evento esportivo, iniciou seu passeio pelo Brasil a partir da Praça do Marco Zero, na capital pernambucana. Brincadeiras, palestras com líder juvenil e atleta paralímpico, apresentação de grupo de maracatu, banda de música e bonecos gigantes fizeram parte do aquecimento para a festa dos esportes, com dezenas de estudantes das escolas Maciel Pinheiro e Dona Maria Teresa Correa - todos com camisas e bonés alusivos à Olimpíada 2012, com os dizeres: "Sport is great" ou "2012 is great" ("Esporte é incrível" e "2012 é incrível"). O embaixador Alan Charlton disse que celebrar no Recife é uma importante etapa a caminho dos Jogos de Londres. A marca de 100 dias para a Olimpíada será alcançada na hoje (18/04). "A festa fica ainda mais especial com a participação das estudantes como nossos convidados", disse Charlton. Ele esteve no Marco Zero depois de ser recebido pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). A secretária dos Esportes, Ana Cavalcanti (PP), representou o governo no evento. O adolescente Luan Celi, 17 anos de idade, único brasileiro já definido para correr com a tocha olímpica, estava entre as atrações do dia. Ele foi escolhido como líder juvenil entre 15 indicações de cada Estado brasileiro envolvido com a missão estabelecida para o Reino Unido a propósito do evento esportivo. "Esta será a Olimpíada do legado. O Reino Unido estabeleceu deixar um legado de educação por intermédio dos esportes pelos quatro cantos do mundo", explicou a gerente de projetos do Conselho Britânico, Carla Costa. O governo britânico estabeleceu convênios com vários países pelo mundo, como forma de se criar um legado. O Brasil foi um dos primeiros a se credenciar e, por intermédio de parcerias com os ministérios da Educação e dos Esportes, a estimativa do Conselho Britânico é que 1,5 milhão de jovens tenham sido beneficiados. Luan Celi, estudante em Maceió (AL), foi um destes a participar dos programas de inclusão pelo esportes e de estímulo ao protagonismo. Ele vai levar a tocha olímpica por 300 m pela rua Radcliff, em Nottinghan, Inglaterra. "Eu nunca pensei que chegaria até aqui e já estou treinando", disse Luan, que já recebeu informações detalhadas de como será sua participação. "A tocha pesa cerca de 1,5 kg", disse. Outra atração para os estudantes reunidos foi o nadador paralímpico Ivanildo Vasconcelos, 39 anos de idade, medalhista de bronze em Barcelona e Atlanta, quinto colocado em Sydney, prata em Atenas e em Pequim. Ivanildo teve paralisia infantil por causa de uma pólio, aos quatro anos de idade. Começou a cair na piscina para atividades de reabilitação e, com dois meses de treinamento, já estava competindo. "A minha motivação, por incrível que possa parecer, está maior este ano, mesmo depois de tantas Olimpíadas", declarou o especialista em 100 m peito e 200 m medley. Recife é a única cidade do País a receber um evento festivo em praça pública patrocinado pelo governo britânico, como forma de aquecimento para a proximidade da abertura dos Jogos Olímpicos de Londres. Nesta quarta-feira, uma reunião social fará o anúncio dos 100 dias para a Olimpíada 2012 em São Paulo. Fonte: Terra.com.br

Tags: