Canal
Geral

Greengle: plante árvores com alguns cliques

Por: 0 16 de Dezembro de 2010

Quer ajudar a plantar árvores sem fazer esforço? A partir de hoje é possível fazer isso enquanto se trabalha e navega na internet usando o Greengle, site de buscas sem fins lucrativos que tem o objetivo de ajudar o meio ambiente. Os resultados das pesquisas realizadas no Greengle são exatamente como os do Google (que é usado como o motor de busca do Greengle), mas com uma diferença: todos os acessos ao Greengle contribuem para o plantio de árvores.

O Greengle faz parte do projeto "Clicou, plantou", ambos iniciativa do Greenvana, empresa que já é referência em comportamento e consumo consciente no Brasil. O novo site e o projeto têm como objetivo incentivar a sociedade a participar frequentemente da proteção ambiental sem ter que mudar sua rotina ou tirar dinheiro do bolso. Ele foi idealizado exatamente para facilitar essa ação, pois o usuário que fizer dele seu buscador oficial estará contribuindo diariamente para a preservação do meio ambiente com o plantio de árvores. O "Clicou, plantou" reúne todos os sites do Greenvana e a cada seis mil acessos ao Greengle, ao Greenvana Eco Store ou ao Greenvana Style a empresa planta uma árvore. E para acompanhar toda essa iniciativa, contadores nos sites vão marcar quantas árvores já foram plantadas e quantos acessos faltam para o plantio de uma nova. O projeto vai contabilizar apenas um acesso diário por pessoa. O plantio das árvores será feito por instituições reconhecidas e anunciadas ao final de cada mês. Será sempre uma organização confiável e comprometida com o meio ambiente. E para comprovar esses plantios, o Greenvana vai disponibilizar os recibos de todas as doações nos seus três sites. A empresa decidiu investir em árvores pois elas ajudam a compensar emissões de gases estufa. Segundo o Banco da Árvore, uma árvore de grande porte, com 90cm de diâmetro por 30m de altura, pode estocar cerca de seis toneladas de carbono – o que corresponde a mais de 20 toneladas de CO2, o equivalente à media de emissões de 33 pessoas por ano. O que achou desta iniciativa? Comente.

Tags: