Canal
Geral

Funcionários da Havan aderem à luta contra a Aids

Por: 0 1 de Dezembro de 2012

A Havan também adere à campanha contra a Aids e pela vida. Para marcar o Dia Mundial de Combate à Aids, hoje (01/12), todos os colaboradores da rede estarão usando um adesivo com uma mensagem de saúde: “Liberdade só é boa com segurança: Proteja-se contra a Aids”. O objetivo é alertar as pessoas - clientes e visitantes das lojas - para os riscos que o vírus traz à vida. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), no Brasil, a taxa de incidência de aids tem se mantido no mesmo nível, embora existam diferenças regionais. Nesse ano, foram registrados 38,8 mil casos novos da doença, onde o maior volume de ocorrências continua concentrado nos grandes centros urbanos. Enquanto o Sudeste apresenta redução na taxa de incidência de 27,5, em 2002, para 21, em 2011, as regiões Sul, Norte e Nordeste registraram aumento de casos. No Centro-Oeste, a epidemia é considerada estável. Ainda de acordo com a OMS, o coeficiente nacional de mortalidade caiu de 6,3 mortes para cada 100 mil habitantes, em 2000, para 5,6, em 2011. Na última década, o País apresentou uma média de mais de 11 mil mortes por ano provocadas pelo vírus. Para a Havan, envolver seus 10 mil colaboradores na campanha de combate à aids é uma forma de exercer seu compromisso com a qualidade de vida e a saúde das pessoas.

Tags: