Canal
Geral

Fórum de Comandatuba homenageia empresários

Por: 0 5 de Maio de 2014 03:57

Na primeira noite do 13º Fórum de Comandatuba, realizado no último final de semana no litoral baiano, os CEOs que mais contribuíram com ações importantes para o desenvolvimento do País receberam o Prêmio Lide 2014, que homenageia personalidades em dez categorias. Os premiados, eleitos por votação do Comitê Executivo do Lide, receberam esculturas em bronze desenvolvidas pela artista plástica Anita Kaufmann das mãos de Fábio Amorozino e Fernando Moura, presidente e membro do conselho do Banco Alfa, respectivamente; do governador da Bahia, Jacques Wagner; do governador de Pernambuco, João Lyra; e do governador de Goiás, Marconi Perillo.

                                                                       Gustavo Rampini/CDN
[caption id="attachment_394437" align="aligncenter" width="562"]A baiana, personagem típica da região, deu as boas vindas aos participantes do Fórum de Comandatuba. A baiana, personagem típica da região, deu as boas vindas aos participantes do Fórum de Comandatuba.[/caption] Promovido pelo Lide – Grupo de Líderes Empresariais, o Fórum aconteceu de 1º a 04/05, no Hotel Transamérica, na Ilha de Comandatuba (BA). Realizado anualmente, o evento tem como objetivo tratar de política econômica, gestão empresarial e responsabilidade social que impactam no cenário nacional. O tema deste ano foi "Uma agenda para o desenvolvimento do Brasil".
                                                                                                                                                          Gustavo Rampini/CDN
[caption id="attachment_394438" align="aligncenter" width="562"]O Fórum foi realizado entre os dias 1º e 04/05. O Fórum foi realizado entre os dias 1º e 04/05.[/caption] ”Representantes da oposição e do bloco aliado estiveram reunidos em Comandatuba para discutir juntos o desenvolvimento do Brasil e o Lide aproveitou esta oportunidade para homenagear os líderes que promovem este desenvolvimento”, afirmou João Doria Jr. durante a entrega dos prêmios.
                                                                                           Gustavo Rampini/CDN
[caption id="attachment_394439" align="aligncenter" width="375"]Os participantes do Fórum desfrutaram de momentos de lazer com um passeio de balão. Os participantes do Fórum desfrutaram de vários momentos de lazer como o voo cativo de balão entre os intervalos das atividades.[/caption] Os homenageados do Prêmio Lide 2014 são: Dirigente Empresarial do Ano Luiza Helena Trajano, presidente do Magazine Luiza. Personalidade do Ano André Esteves, presidente da BTG Pactual. Personalidade da Indústria Sônia Hess de Souza, presidente da Dudalina. Personalidade de Inovação José Varela, presidente da 3M. Personalidade da Responsabilidade Social Jorge Gerdau, presidente do Conselho de Administração do Grupo Gerdau. Personalidade da Sustentabilidade Roberto Kablin, presidente do Lide Sustentabilidade. Personalidade do Comércio Flávio Rocha, presidente da Riachuelo. Personalidade do Setor de Serviços Rômulo Dias, presidente da Cielo. Personalidade na Gestão Pública Vicente Falconi, escritor e consultor em gestão.
  Gustavo Rampini/CDN
[caption id="attachment_394442" align="aligncenter" width="562"]O Prêmio Lide homenageou os principais empresários brasileiros. O Prêmio Lide homenageou os principais empresários brasileiros.[/caption] Em seu discurso, Luiza Helena Trajano convocou os políticos a seguir o exemplo do varejo: mesmo sendo concorrentes no dia a dia, unir-se em torno de uma causa maior. Já, Jorge Gerdau, lembrou da importância do tripé da sustentabilidade para o desenvolvimento econômico do país e da responsabilidade das empresas como principal agente social de mudança. “Vamos, com ambição, juízo e garra fazer do Brasil o sucesso que ele merece”, arrematou André Esteves. O empresário Abílio Diniz, presidente do Conselho de Administração da BRF, foi o Homenageado do Ano. Comentou que o Brasil está longe de passar por um momento difícil, mas que há um clima de tensão, manifestações e protestos. “Estamos a pouco mais de um mês do início do campeonato mundial de futebol, quando um terço da população mundial estará olhando para o Brasil. É hora de nos unirmos para mostrar uma boa imagem do País”, afirma Diniz. Pré-candidatos à Presidência Debatem Agenda Para Desenvolvimento do País  Os pré-candidatos à presidência da República, senador Aécio Neves (PSDB/MG) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB/PE), fizeram suas exposições sobre como pretendem governar o Brasil caso sejam eleitos. “Os dois jovens políticos pré-candidatos à Presidência da República aqui presentes têm avós que fizeram uma brilhante carreira política: Miguel Arraes e Tancredo Neves”, lembrou João Doria Jr., presidente do Lide. A atual presidente do Brasil e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, foi convidada a participar do Fórum, mas não pôde comparecer.
  Gustavo Rampini/CDN
[caption id="attachment_394436" align="aligncenter" width="562"]João Doria Jr. com os pré-candidatos à Presidência da República Aécio Neves e Eduardo Campos. João Doria Jr. com os pré-candidatos à Presidência da República Aécio Neves e Eduardo Campos.[/caption] Em sua apresentação, Eduardo Campos disse que “É necessário corrigir os desequilíbrios e construir um arcabouço confiável, que nos remeta a um salto econômico político e social na vida brasileira”. Segundo ele, o Brasil precisa entender como aproveitar a crise mundial para promover um novo ciclo de crescimento e expansão. O pré-candidato lembrou seu compromisso com o tripé macroeconômico e com a contenção inflacionária, que não pode ser o dobro do Chile ou da Colômbia; assim como o apoio à autonomia do Banco Central e o trabalho para mudar a governança das agências reguladoras e de tornar cada vez mais transparentes as contas públicas. Aécio Neves falou sobre a importância da gestão pública eficiente para melhorar os índices sociais. Reafirmou seu compromisso de criar uma secretaria que, num prazo de seis meses, apresente uma proposta de simplificação do sistema tributário e também de resgatar o papel das agências reguladoras, apresentando modelo que permita eficiência na gestão pública. Defendeu, ainda, o fim da reeleição para os cargos públicos, especialmente com a discussão do fim de doações do setor privado para campanhas políticas, e o fim da maioridade penal para casos extremos. O pré-candidato fez também uma análise dos últimos dez anos e criticou a flexibilização que o ex presidente Lula promoveu nos pilares macroeconômicos, deixando de ter o controle inflacionário como meta. Citou os péssimos resultados da balança comercial, a perda de confiança crescente no Brasil, com redução dos investimentos, a demonização das privatizações e das parcerias com o setor privado e a carga tributária inibidora da produtividade brasileira. “Quando deveríamos estar aqui falando de expansão e crescimento, voltamos a falar de uma agenda do passado, que é a estabilidade da moeda. É quase uma década perdida”, afirmou. Debate Entre os Candidatos Durante o debate, que foi transmitido ao vivo, Eduardo Campos defendeu a necessidade do estado brasileiro fazer sua parte, que é dar infraestrutura para o agronegócio se desenvolver adequadamente, enquanto Aécio Neves acredita que é importante construir uma garantia de preços, sempre com compromisso de preservação ambiental. Sobre as manifestações que ocorreram no dia 1º/05, em São Paulo durante as comemorações ao Dia do Trabalhador, Aécio confirmou que há uma distância entre os interesses da sociedade e o discurso de seus representantes. “Isso ocorre pela ausência de resposta efetiva do governo federal. Existe um desencanto enorme com grande parte dos atuais governantes e também com uma parte dos políticos de uma forma geral”, comentou Aécio. Na opinião de ambos pré-candidatos, a população pede uma nova interlocução. “Eu e Marina queremos ser esses novos representantes da sociedade, que possam ouvir e representar seus interesses”, completou Campos.  

Tags: