Canal
Geral

Ford apresenta o Assistente de Emergência Sync

Por: 0 28 de Julho de 2014

A Ford apresentou no dia 25/07, a assistência de emergência, tecnologia inédita que será lançada no Brasil junto com o Novo Ka, ampliando a funcionalidade do sistema de conectividade Sync. Basicamente, o sistema é programado para fazer uma ligação automática ao serviço de emergência 192, do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), em caso de acidente com o veículo, informando sua localização e conectando os passageiros para o resgate. O sistema foi demonstrado durante um evento para a imprensa em São Paulo com a presença do ministro da Saúde, Arthur Chioro, que falou sobre a preparação da estrutura do Samu para operar com a nova tecnologia. O sistema, já disponível em veículos Ford nos Estados Unidos e Europa, será oferecido pela primeira vez no Brasil junto com o Novo Ka. “A Assistência de Emergência Sync é um recurso avançado de conveniência que faz parte da filosofia da Ford de inovação e democratização da tecnologia a serviço das pessoas.”, destacou Rogelio Golfarb, vice-presidente de Assuntos Corporativos da Ford América do Sul. Segundo ele, o fato de o Novo Ka, modelo de entrada da Ford, ter sido escolhido para introdução dessa novidade, mostra o compromisso da marca de torná-la acessível para os consumidores. A intenção é, futuramente, oferecer o sistema em outros veículos da Ford. Como Funciona Para o funcionamento da assistência de emergência é preciso que um celular esteja pareado com o sistema Sync no veículo, usando a conexão Bluetooth. Caso ocorra um acidente com acionamento do airbag ou do sistema de corte de combustível – que pode ocorrer em colisões traseiras ou capotamentos –, o Sync realiza uma chamada automática por intermédio do telefone celular pareado para o serviço de emergência 192, o Samu. Uma mensagem introdutória então é transmitida, comunicando que houve um acidente e as coordenadas de localização do veículo por GPS. Em seguida, o microfone é aberto e o atendente pode falar com os ocupantes do veículo. Mesmo que estes estejam inconscientes ou impossibilitados de responder, as informações principais para o envio de uma equipe de resgate já estarão registradas. A mensagem introdutória do sistema é: “Atenção: um veículo Ford esteve envolvido num acidente. Aguarde o envio das coordenadas GPS, seguido da comunicação com os ocupantes do veículo. Um veículo Ford esteve envolvido num acidente nas seguintes coordenadas: latitude X e longitude Y. Repetindo localização (repete). Linha aberta.” Além de entrar em ação automaticamente, outra vantagem do sistema é a disponibilidade do serviço durante toda a vida útil do veículo e sem nenhuma cobrança de taxa. Ele também não interfere no desempenho do celular, e, por não contar com botão para a ativação manual, evita a realização de chamadas falsas. Para lançar a Assistência de Emergência Sync no Brasil, a Ford buscou a parceria do Ministério da Saúde e realizou um trabalho de validação e testes junto com algumas unidades pré-selecionadas do Samu, incluindo simulações de chamadas. A Ford criou também um treinamento on-line, disponível no site para todos que quiserem conhecer melhor o serviço, e fará a sua apresentação no Congresso Nacional do Samu, nessa semana, em Brasília.

Conectividade e Segurança

Hoje, há cerca um bilhão de smartphones e o mesmo número de carros rodando no mundo, dos quais 40 milhões no Brasil. O armazenamento de dados em nuvem é outra tendência que vem crescendo velozmente. “Tudo isso está mudando a expectativa dos consumidores de forma irreversível. O sistema Sync nasceu da visão da Ford de oferecer conectividade com segurança em seus veículos, criando condições para que o motorista mantenha sempre as mãos no volante e os olhos na pista.”, disse Rogelio Golfarb. Desenvolvido pela Ford em parceria com a Microsoft, o Sync é o sistema de conectividade mais avançado da indústria. Ele permite acesso aos contatos da agenda do celular, fazer e receber chamadas, leitura automática de mensagens SMS e o controle do rádio e MP3-player por comandos de voz, sem a necessidade de tirar as mãos do volante. Além de Bluetooth, conta com conexão para iPod, USB, entrada auxiliar e permite o pareamento de até 12 telefones. Existem hoje no mundo mais de 14 milhões de veículos equipados com o Sync. Destes, mais de nove milhões contam com a assistência de emergência. O sistema AppLink é outra novidade que será introduzida no Brasil junto com o Novo Ford Ka, ampliando as funcionalidades do Sync com o acesso a diversos aplicativos pelo celular.

Tendências

Outros números reforçam a importância do investimento da indústria automotiva em conectividade, principalmente quando se trata de proporcionar tecnologia para a segurança. O brasileiro com acesso à internet hoje passa mais tempo na web todos os dias do que em qualquer outro meio de comunicação. Em média, são 3h39 diárias, comparado com 3h29 na TV. O Brasil já tem mais de 100 milhões de usuários de internet, dos quais 84,6 milhões com acesso em casa. O modo de conexão também está mudando rapidamente. Em 2009, 0 computador de mesa representava 90% dos aparelhos e hoje tem 61%. Na mesma proporção avançou o uso de laptops, smartphones, celulares e tablets. Há atualmente 41 milhões de usuários de smartphones no Brasil e, para um terço destes, já é o principal meio de conexão com a internet.

Comportamentos de Risco

O uso do celular no carro representa um grande perigo. Uma pesquisa do Instituto de Tecnologia do Transporte da Virgínia, EUA, mostrou que esta é a atividade que mais eleva a chance de acidentes no trânsito. Enquanto dirigem, as pessoas passam 10% do tempo fazendo qualquer coisa, menos prestar atenção no trânsito. Só para acessar o equipamento, o motorista leva de quatro a cinco segundos. Caso esteja dirigindo a 100 km/h, por exemplo, percorrerá cerca de 120 metros distraído. Uma pesquisa feita nos Estados Unidos pela National Highway Traffic Safety Association (NHTSA) sobre comportamentos e atitudes de distração dos motoristas revelou que quase metade (48%) dos condutores admitem atender o celular enquanto estão dirigindo. Dos que atendem, 58% continuam a dirigir e 24% disseram que fariam uma ligação durante a condução. Um em cada dez motoristas admitiu que algumas vezes envia mensagens de texto ou e-mails ao dirigir e 14% leem mensagens de texto ou e-mails. Ford-assistente-emergencia syncEm outro estudo, da Mckinsey, 35% dos entrevistados afirmaram usar o smartphone ao dirigir, principalmente para fazer chamadas, navegação, SMS e acessar aplicativos. Outro fato curioso é que para 75% dos usuários de smartphone é importante conectar seus dispositivos aos veículos.

Tags: