Canal
Geral

Flumisul aumenta número de estandes

Por: 0 6 de Julho de 2011

A 13ª Flumisul (Feira Internacional de Negócios do Sul Fluminense) vai ser realizada entre os dias 26 e 30 de julho e comemora a venda de mais de 90% dos estandes e o crescimento constante de público. O orçamento para o evento é de R$ 1 milhão. A Light, que amplia seus investimentos na região, vai participar com um estande e também como co-patrocinadora da feira.

"A Light aposta em um crescimento sustentável da sua área de concessão, que inclui o Sul Fluminense, uma região com características importantes, tais como os setores de turismo, agrícola e industrial (metalurgia, siderurgia e automobilístico, entre outros), e onde podem ser alavancados novos negócios. E esse é um dos objetivos da Flumisul: contribuir para a divulgação de projetos, com foco em ações do uso consciente da energia elétrica. Ações que estão em sintonia com o Programa  de Eficientização Energética da Light, regulado pela Aneel e que vem colaborando para a conservação do meio ambiente e para a redução de custos de administrações municipais, de unidades dos governos estadual e federal e também da iniciativa privada", ressaltou o   Superintende de Relações Institucionais, Eduardo Camillo.

Atualmente, a Light investe R$ 8 milhões em eficientização energética por meio do Projeto Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Três Rios - SAAETRI; Projeto Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Barra Mansa - SAAE-BM e Projeto Santa Casa de Misericórdia de Barra Mansa.

A fim de fazer com que a população de Barra Mansa se engaje no tema sustentabilidade a Light chega ao evento com uma nova proposta. "A Flumisul, além de ser uma ótima oportunidade de conscientizar os participantes do evento da importância da sustentabilidade, inclusive, por meio de projetos de eficientização energética,  poderá proporcionar a abertura do diálogo e de futuras parcerias para a realização novos negócios, por intermédio da Light Esco, que é a empresa do Grupo Light", complementa Camillo.

Estandes

A rápida venda dos estandes surpreendeu a organização, que abriu espaço para 270 expositores.

"Esse é um ponto positivo que mostra a proporção que a Flumisul tem tomado, já que, no ano passado, o número de estandes vendidos nesse mesmo período chegou a aproximadamente 40%. Estamos muito otimistas.", salienta o coordenador da Flumisul, Magno Andrade.O índice de empregos durante o evento também é alto. Só no ano passado foram gerados 500 empregos diretos e a expectativa é que este ano este número se iguale.

Tags: