Canal
Geral

Florianópolis é palco de debate sobre o turismo catarinense

Por: 0 27 de Junho de 2014 03:30

Ouvir as contribuições de um setor que reúne empresas de eventos, hotéis, agências de viagens, restaurantes e inúmeros prestadores de serviço do trade de Santa Catarina. Este foi o tom da reunião convocada pelo secretário estadual de Turismo, Cultura e Esporte, Felipe Melo, na manhã do dia 25/06, na sede da instituição, em Florianópolis. O secretário abriu o encontro anunciando melhorias na sinalização turística ainda neste ano, além da implantação do Observatório do Turismo para reunir e sistematizar as informações turísticas.

Foto: Divulgação.
[caption id="attachment_405001" align="aligncenter" width="562"]O trade turístico se reuniu para debater melhorias no turismo do Estado. O trade turístico se reuniu para debater melhorias no turismo do Estado.[/caption] Também informou que, para evitar os problemas de infraestrutura ocorridos na última temporada, a Operação Veraneio será lançada ainda em julho, tempo suficiente para que órgãos públicos e empresas possam realmente se organizar. Um dos pontos polêmicos apontados pelos representantes do trade foi o Decreto Lei 1309, de 2012, que regulamenta os fundos de incentivo ao turismo, e praticamente engessou o repasse de recursos para programas culturais, turísticos e esportivos no Estado. Melo afirmou que as instruções normativas estão sendo revogadas e que o Governo pretende propor alterações ao decreto ainda no mês de julho. Para o presidente do Floripa Convention, Marco Aurélio Floriani, as mudanças são fundamentais e estão entre as prioridades do Fórum de Turismo, que reúne as principais entidades do trade local. E reivindicou: “Queremos transparência. Elaboramos projetos com apoio jurídico, mas não fomos ouvidos. Vamos acompanhar de perto as mudanças na legislação”. Plano de Marketing A inexistência de planos de marketing turístico nos municípios foi citada como uma das deficiências das administrações, segundo o presidente da Santur, Valdir Walendowsky. Também é consenso a necessidade de criação de um Plano Estadual de Turismo. Como ações concretas, Walendowsky sugeriu o retorno dos voos diretos entre Florianópolis e Foz do Iguaçu, “Colocando dois polos turísticos importantes no roteiro dos turistas brasileiros e estrangeiros.” Ao final do encontro, foi entregue pela coordenação do Fórum de Turismo de Florianópolis, que reúne várias entidades do setor, um projeto defendendo ações prioritárias como a definição de um calendário de participação de Santa Catarina em eventos e feiras nacionais e internacionais e uma política de captação e manutenção dos eventos para o turismo, que representa nada menos do que 12,5% do PIB do Estado.

Tags: