Canal
Geral

Festival de Turismo Cataratas supera expectativas

Por: 0 22 de Junho de 2011

A sexta edição do Festival de Turismo das Cataratas do Iguaçu superou as expectativas do público e foi considerada um sucesso por parte dos organizadores. Promovido pela Fundação Parque Tecnológico Itaipu e De Angeli Feiras e Eventos, o evento realizado entre os dias 16/06 e 18/06 contou com a participação de 6.032 pessoas em Foz do Iguaçu. Ao todo, 14 eventos paralelos foram realizados durante os três dias do Festival. Na Feira de Turismo, mais de 400 marcas estiveram representadas nos 240 estandes comercializados, com a exposição de produtos e serviços de destinos de todo o País. De acordo com Paulo Angeli, organizador e um dos idealizadores do evento, "esta é uma feira que já está consolidada. O nosso grande trunfo é o foco no agente de viagens. Sabemos que se há presença dos profissionais, os expositores vêm e neste ano, mesmo com o aumento da área de exposição, tivemos fila de espera para os estandes", comemorou. Com o tema central, “Tendências do Turismo Regional diante do Novo Perfil Consumidor”, o 5º Fórum Internacional do Turismo de Iguaçu – considerado um dos maiores eventos técnico-científicos do Brasil - reuniu 569 participantes, com 60 trabalhos apresentados. O evento possibilitou a troca e cooperação entre acadêmicos, pesquisadores e profissionais do turismo. O Fórum finalizou com o anúncio dos trabalhos vencedores. Na categoria graduação, Andressa Szekut, com  o trabalho ‘Turismo como valorização da memória e do patrimônio cultural dos gaúchos na cidade de Foz do Iguaçu’; na pós graduação, ‘Planejamento e sustentabilidade: uma análise da gestão do turismo 2006-2008 a partir das representações dos termos dendê, cvi e maricultura no município de Valença (BA), de Fernanda Meneses de Miranda Castro, Moema Maria Badaro Cartibani Midlej; e 'Grandes projetos turísticos no cerrado goiano: o modelo Disney no Rio Quente Resorts’, dos autores Vcarim Melgaço Barbosa, Humberto Miranda do Nascimento e Mayra Caiado Paranhos foi o melhor entre os estudos de caso. Outro registro favorável do Festival foi a Rodada de Negócios - coordenada pelo Sebrae - que contou com 10 operadores nacionais e 7 internacionais realizando agenda e contatos com 60 fornecedores inscritos. 2ª Mostra de Turismo Sustentável A 2ª Mostra de Turismo Sustentável também apresentou resultado positivo. Foram 58 estandes, que transformaram o espaço em uma vitrine viva de iniciativas de turismo de base comunitária, artesanato e gastronomia. A Mostra também contou com a apresentação de 18 iniciativas nacionais de turismo sustentável e de base comunitária. A ação faz parte do Projeto de Fortalecimento do Turismo Sustentável e de Base Comunitária para a Inserção de Produtos e Serviços no Mercado. Durante uma entrevista coletiva, a Mostra foi avaliada positivamente. Para a presidente do Instituto Polo Internacional Iguaçu, Fernanda Fedrigo, "a iniciativas ajudou no fortalecimento do turismo de base comunitária. Por isso, a necessidade de trazer pessoas sérias e preocupadas para este debate". Representando a Secretaria Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, da Colbert Martins Silva Filho, destacou que “o turismo de base comunitária tem um caráter local, mas tem dimensões globais e está seguindo o caminho certo. O setor pode e vai crescer muito no Brasil”, destacou. Autoridades otimistas com o turismo Na solenidade de abertura, várias autoridades do setor estiveram presentes, como o ministro do Turismo, Pedro Novais; o secretário de Turismo do Paraná, Faisal Saleh; o diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Jorge Samek; a ministra do Turismo do Paraguai, Liz Cramer; e o prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald. Em seu discurso, o ministro Pedro Novais mostrou-se otimista e fez um breve balanço do setor no País: “Atualmente, o turismo corresponde a 3,6% de nosso PIB nacional e temos a expectativa de que até o final da década esta contribuição aumente para 6%, já que em breve receberemos dois importantes eventos no Brasil (a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016)”. Novais também ressaltou a importância dos países latino-americanos no desenvolvimento turístico nacional, já que entre 2009 e 2010, o número de turistas argentinos no país aumentou aproximadamente 15%, enquanto os uruguaios 20%. “A política de apostar em nossos ‘vizinhos’ está dando certo. Tem um grande potencial a ser explorado e o Ministério do Turismo está atento a isto”, complementou. Já a ministra de Turismo do Paraguai, Liz Cramer, elogiou o Brasil pelo trabalho  realizado no setor. “Estamos aprendendo rápido o caminho do desenvolvimento turístico de nosso país. E o Brasil tem uma colaboração importante nesse processo”. Fornatur elege nova presidência durante o Festival O Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur) elegeu, durante o Festival, a sua nova diretoria para o próximo biênio. Domingos Leonelli, secretário de Turismo da Bahia, foi eleito o novo presidente. A chapa única foi formada, também, pelo secretário de Turismo do Rio de Janeiro, Ronald Ázaro, e o presidente da Amazonastur, Oreni Braga. Durante a reunião foi anunciado, também, os secretários estaduais de Turismo escolhidos como líderes regionais da Fornatur. No Sul, Faisal Saleh (PR); no Nordeste, Ramzi Elali (RN); no Sudeste, no primeiro ano da atual diretoria, Alexandre Passos (ES) e, no segundo ano, Agustinho Patrus (MG); no Centro-Oeste, Luiz Otávio (DF); e no Norte, Adenauer Goes (PA). Festival de Turismo “ecologicamente correto” Trabalhando com o conceito de evento sustentável, os organizadores do Festival simbolicamente plantaram algumas mudas de árvores no Rafain Palace Hotel. Em 2010, o evento gerou 46 toneladas de Dióxido de Carbono (CO²) – referentes ao combustível gasto pelos participantes para se deslocar até o evento, impressão de material gráfico, resíduos sólidos gerados, energia elétrica, entre outros - e, para compensar a emissão foram plantadas 311 mudas de árvores. Fotos: Marcos Labanca.

Tags: