Canal
Geral

Falta de segurança cancela eventos tradicionais em BH

Por: 0 11 de Julho de 2013

Os organizadores da 14ª Festa Francesa, e da 16ª Parada do Orgulho LGBT, ambos eventos de Belo Horizonte, temem a ação violenta de alguns manifestantes. A Festa Francesa estava agendada para o próximo dia 13/07, na Savassi, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Segundo Manoel Bernardes, cônsul extraordinário da França no Brasil e organizador da festa, a decisão foi difícil, porém acertada. “Seria um risco manter o festival no cronograma do bairro”, justificou. Ele também disse que não tem como garantir a segurança de todos os participantes. A festa, que acontece anualmente em comemoração à Tomada da Bastilha, na França, em 14/07/1789, é uma das maiores festas regionais de cultura francesa fora da França do mundo. Para este ano, além das tradicionais barraquinhas de comidas típicas, estavam agendadas as apresentações da cantora francesa Valérie Lu, do DJ Paco Pigale e do Coral Jovem de Bordeaux. Manoel esclarece ainda, que devido a importância da data (que é feriado nacional na França), seria impossível realizar a festa em outro dia na capital mineira. “Infelizmente, este ano nós vamos pular”, lamenta. Outro evento adiado, por tempo indeterminado e pelas mesmas razões, é a 16ª Parada do Orgulho LGBT de Belo Horizonte. Os organizadores do evento decidiram adiar a passeata, ainda sem nova data definida. Em nota, o Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual de Minas Gerais (Cellos - MG), entidade que coordena a realização da Parada, esclareceu que o adiamento se deve pelo “atual contexto político do país”. O órgão também admitiu temer a exaltação dos ânimos da população e a ação de grupos oportunistas. A Parada do Orgulho LGBT já é um evento oficial da capital mineira e anualmente leva mais de 50 mil pessoas em marcha da Praça da Estação, até a avenida Professor Moraes, na Savassi.

Tags: