Canal
Geral

<!--:pt-->Expansão da RBS passa por novas mídias<!--:-->

Por: 0 2 de Novembro de 2009

A RBS se aproxima cada vez mais do marketing promocional, seja por meio de sua participação em grandes eventos, seja pelos seus projetos futuros. Maior filiada regional da Rede Globo de Televisão, a Rede Brasil Sul (RBS), também quer se consolidar como grupo de comunicação nacional. Porém, tem trilhado caminhos alternativos para não se chocar com a parceira, líder da mídia brasileira.

logorbs

O grupo gaúcho, em 2005, já havia tentado expandir seus negócios para a Região Sudeste a partir da aquisição do sinal 91,3 em frequência modulada - que pertencia ao grupo de investimentos Sol Invest, do ex-governador Orestes Quércia. Mas, para não ser concorrente direto da parceira no rádio, o grupo acabou desistindo do canal que agora transmite a Nossa Rádio FM, do missionário religioso R.R. Soares. Mas a impossibilidade de atuar em canais de mídia tradicional do Sudeste não foi barreira para a RBS. No final de 2008, o grupo comprou os site ObaOba e Guia da Semana, especializados na divulgação de festas e programação cultural para jovens e programação cultural para jovens e público em geral, pela ordem. Além disso, adquiriu 30% do capital da Pontomobi, agência de publicidade paulista especializada em campanhas por celular. Negócios em Cooperação "A partir de uma revisão estratégia em 2008, identificamos duas áreas prioritárias para investimentos que eram mídias digitais e eventos", afirma o diretor-executivo de desenvolvimento de negócios da RBS, Eduardo Smith. Os dois sites de programação cultural acabam sendo peças-chave para o crescimento exatamente do outro negócio do grupo, o de eventos. Eles funcionam como veículos para a divulgação dos projetos em que o grupo ingressa. Nos últimos dois anos, foi foco da RBS se associar à gestão de eventos como a Oktoberfest, em Blumenau, Santa Catarina, e da etapa nacional do mundial de surf. "Começamos a estruturar uma área para lançar novos eventos, que se associe a essa já existente", afirma Smith. O passo seguinte se dará nos próximos dois meses. Segundo o executivo, está previsto o anúncio da compra de mais uma empresa de eventos em São Paulo. "Estamos em fase final de negociação", diz. Tudo indica que o alvo da RBS está nos eventos de massa. Em agosto, o grupo comprou 30% do capital da catarinense Outplan, que atua em venda de ingressos on-line, hoje com forte atuação entre times de futebol. O ciclo de expansão se fecha ainda na mídia especializada para o público jovem. Desde agosto, a agência Kzuka passou a atuar em São Paulo com a publicação de revista e em breve produzirá eventos. Em 2010, a empresa deve abrir escritórios no Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. Segundo o presidente da Associação dos Profissionais de Propaganda (APP), Paulo Chueiri, a RBS está atenta às oportunidades no Sudeste e deve incomodar a concorrência na área em que entrar.

Tags: