Canal
Geral

Exame premia os "Melhores e Maiores"

Por: 0 2 de Julho de 2015

O ano de 2014 foi cheio para o Brasil, com eleições presidenciais e Copa do Mundo. Na noite de ontem (02/07), a revista Exame realizou a entrega dos prêmios de Melhores e Maiores de 18 setores da economia brasileira sobre o desempenho das empresas em 2014. Duas companhias receberam prêmios especiais. A WEG foi escolhida a empresa do ano. A segunda foi a Klabin, que levou o prêmio de melhor do agronegócio. A festa para a premiação aconteceu no Clube Atlético Monte Líbano, em São Paulo. Representantes das maiores empresas do Brasil acompanharam a premiação.

Fotos: Flavio Santana/Biofoto.
medalha do melhores e maiores da exameO evento contou com a presença de Alexandre Tombini, presidente do Banco Central. Além dos destaques, dois grandes prêmios foram entregues: o de Empresa do Ano e de Melhor companhia de Agronegócio. Em um ano difícil, como foi o de 2014, a pesquisa analisou minuciosamente tanto os dados dos balanços das companhias, como a maneira que elas atuaram e inovaram frente aos desafios. O presidente da Editora Abril, Alexandre Caldini, abriu o evento com uma pertinente lembrança a todos. “Já passamos por isso (anos de crise) várias vezes. As empresas premiadas são exemplo de sustentabilidade empresarial, de intolerância a práticas ilegais e de princípios éticos.”, disse Caldini. “Que neste momento de crise, pensemos em como ajudar a construir um país mais justo, mais favorável, onde a prática seja a honestidade e onde apenas as empresas realmente mais capazes ganhem.”, finalizou ele. Grandes Exemplos A catarinense WEG foi escolhida a Empresa do Ano do Melhores e Maiores de 2015. O prêmio foi recebido pelo presidente do conselho, Décio da Silva, e pelo presidente da empresa, Harry Schmelzer Junior. “Atribuímos o prêmio à nossa capacidade de inovar, desenvolver produtos globais e de diversificar para transpor cenários mais desafiadores, como o de 2014.”, disse Schmelzer. [caption id="attachment_472913" align="aligncenter" width="562"]Décio da Silva, Presidente do Conselho de Administração da WEG, e Harry Schmelzer Jr., presidente da empresa, que venceu na categoria Bens de Capital e como empresa do ano Décio da Silva, presidente do Conselho de Administração da WEG, e Harry Schmelzer Jr., presidente da empresa, que venceu na categoria Bens de Capital e como Empresa do Ano.[/caption] A trajetória guiada pela eficiência florestal e rentabilidade contribuiu para que a centenária Klabin fosse escolhida como o destaque do segmento de Agronegócio. “Os investimentos que fizemos no ano passado nos darão a oportunidade de exportar celulose de fibra curta e vender celulose fluff, usada para produção de fraldas no mercado interno.”, afirmou Fábio Schvartsman, presidente da Klabin.

Tags: