Canal
Geral

Eventos comemoram Ano de Portugal no Brasil

Por: 0 13 de Setembro de 2012

O Ano de Portugal no Brasil começou oficialmente no último dia 07/09, e se estenderá até junho de 2013, com uma rica programação que acontecerá em diversas cidades do País. No Rio de Janeiro a abertura foi comemorada ontem (12/09), com show da cantora Mariza, ícone internacional do fado português, e Milton Nascimento, no Theatro Municipal. [caption id="attachment_224512" align="aligncenter" width="562" caption="Milton Nascimento e Mariza."][/caption] O Ano de Portugal no Brasil quer projetar a imagem do Portugal atual — tecnologicamente avançado, com vasto patrimônio histórico e importante produção cultural contemporânea. O objetvo também é estreitar os vínculos entre as sociedades. “Este é o ano, este é o momento de levantar mais uma ponte entre dois países que têm muitas semelhanças. Para uni-los existe um mar sem fim de afetos, palavras e entendimentos”, afirma o comissário-geral do Ano de Portugal no Brasil, Miguel Horta e Costa. O projeto levará a diversas cidades brasileiras um programa baseados em cinco pilares: cultura, ciência, tecnologia/inovação, economia/desenvolvimento empresarial e desporto. O Rio de Janeiro receberá mais de 20 eventos promovidos pelo Ano de Portugal no Brasil. Serão exposições de artes plásticas (‘Exposição Vieira da Silva’ e ‘Exposição Rui Chafes’) e fotografias, festival de cinema, shows de música pop, balé, concerto musical, intervenção urbana (Alexandre Farto – Exposições e Intervenções), encontros literários (‘Vozes da Literatura Portuguesa’) e oficina de teatro, entre outros.

A programação se estenderá até 10/06/13, Dia Nacional de Portugal, quando será lançado o ‘Ano do Brasil em Portugal’. Para Antonio Grassi, comissário-geral do Ano do Brasil em Portugal e presidente da Funarte, “A intenção é fazer com que este intercâmbio, inédito entre os dois países, deixe frutos. Há um desconhecimento muito grande por parte dos brasileiros, em todas as áreas, do Portugal contemporâneo. Por outro lado, a nossa grande diversidade musical também não ecoa em terras lusitanas." Grassi assinala que, “A importância do evento, principalmente no âmbito cultural, está no fato de que a troca de olhares na produção artística extrapola o palpável e colabora com setores como o turismo”.

Tags: