Canal
Geral

Evento-teste de vela para as Olimpíadas recebe elogios

Por: 0 25 de Agosto de 2015

O presidente da Confederação Brasileira de Vela (CBVela), Marco Aurélio de Sá Ribeiro, elogiou o evento-teste da modalidade para os Jogos Olímpicos Rio 2016, que terminou no dia 22 de agosto. A Regata Internacional de Vela reuniu 344 atletas de 55 países na Marina da Glória. Segundo Marco Aurélio, o saldo da competição foi positivo. "Como teste para as Olimpíadas foi um sucesso. Nós conseguimos realizar todas as regatas durante a semana. Todos os chefes de delegação com quem eu falei foram unânimes em parabenizar o Brasil por esse evento. Disseram que foi um dos melhores eventos-teste que já participaram de todas as Olimpíadas. Acho que o Rio de Janeiro está pronto para os Jogos.", afirmou o presidente da CBVela.

Foto: Fred Hoffmann.
[caption id="attachment_480038" align="aligncenter" width="562"]evento-teste de vela Evento-teste realizado na Baía de Guanabara.[/caption] No mesmo dia, houve disputa de quatro modalidades, reunindo 70 atletas. Os brasileiros também aprovaram as provas na Baía de Guanabara. "A organização da prova foi muito boa e eu tenho bastante confiança de que até as Olimpíadas a estrutura da Marina da Glória estará em perfeitas condições para receber o evento. A qualidade da água estava muito satisfatória e consegui visualizar as melhorias que os ecoboats estão causando. Comparando ao que víamos há alguns meses, vi pouco lixo flutuando. Espero que a efetividade desse sistema seja definitiva." disse o atleta brasileiro Jorge Zarif. A cerimônia de premiação da regata também aconteceu no dia 22/08. Martine Grael e Kahena Kunze foram as únicas atletas brasileiras que subiram ao pódio, levando a medalha de Ouro. A dupla compete na classe 49erFX feminino. Investimentos em Saneamento O Governo do Rio vem realizando oito grandes obras de saneamento visando os Jogos Olímpicos, totalizando investimentos de três bilhões de reais. As intervenções já em curso são o cinturão da Marina da Glória, a Unidade de Tratamento de Rio Irajá, as Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) de Alcântara e da Pavuna, ampliação da ETE Alegria e obras dos troncos coletores do Faria Timbó, de Manguinhos e da Cidade Nova. Na Baía de Guanabara, houve avanço de 11% para 51% no índice de tratamento de esgoto. Recentemente, foi lançado o Observatório da Baía de Guanabara, integrado por cientistas de dez centros de pesquisa fluminenses. Todo o trabalho será realizado em parceria com técnicos do Governo Estadual em ações planejadas para os próximos 15 anos. A Secretaria do Ambiente está implantando o novo plano de contenção de lixo flutuante da Baía de Guanabara. A meta é a contenção de 95% do resíduo flutuante que chega à região. São dez ecobarcos, monitorados por satélites, e nove ecobarreiras. Até 2016, serão 17 ecobarreiras.
Fonte: Jornal do Brasil.

Tags: