Canal
Geral

Eurofarma-RC invade a Ceilândia e faz a alegria de crianças

Por: 0 28 de Abril de 2014

A Ceilândia, cantada por Renato Russo e conhecida por ser a maior favela do País, segundo o IBGE, está a apenas 30 quilômetros do Palácio do Planalto, em Brasília. Foi ali que a equipe Eurofarma-RC aportou no dia 24/04, para levar o carro da equipe pentacampeã para perto de cerca de 500 crianças do CEF 28, escola municipal de ensino. Segundo a diretora Glauce Kelly, um momento como esse nunca aconteceu por ali, o que deixou a comunidade bastante entusiasmada. "Essas crianças, certamente, nunca viram um carro de corrida ou um piloto profissional de perto, isso é um sonho", diz.

                                                                                                                                             Patrícia Casagrande/PPress
[caption id="attachment_392989" align="aligncenter" width="533"]Max Wilson conversa com as crianças sobre a profissão de piloto. Max Wilson conversa com as crianças sobre a profissão de piloto.[/caption] Além do carro que ficou durante todo o dia no pátio do colégio, por volta das 15h30, os pilotos Ricardo Maurício e Max Wilson visitaram os alunos e tiraram dúvidas sobre a profissão. Logo na chegada, foram recepcionados pelas crianças e jovens que se amontoavam para vê-los de perto. Nayara Ribeiro, de 15 anos de idade, foi uma das primeiras a conseguir um autógrafo. "Só acreditei que eles viriam mesmo quando eles chegaram, é tudo muito lindo", disse ela. Um sistema de som foi improvisado pela direção da escola e o carro serviu de palco para os pilotos. Uma onda de aplausos invadiu o espaço quando ambos sentaram no teto do carro para serem vistos por todos.
                                                                                                                                                   Patrícia Casagrande/PPress
[caption id="attachment_392990" align="aligncenter" width="533"]O teto do carro virou palco para o bate-papo de Ricardo Maurício e Max Wilson  com as crianças da Ceilândia. O teto do carro virou palco para o bate-papo de Ricardo Maurício e Max Wilson com as crianças da Ceilândia.[/caption] "Eles são gentis e atenciosos, assinaram meu caderno, nunca vou esquecer esse dia", disse Gabrielli Cristina. Foram mais 90 minutos de visitação e conversa até a despedida. Para a direção, esse tipo de ação é fortalecedora. "Eles aprendem que é preciso trabalhar, estudar e acreditar nos sonhos para alcançar um futuro melhor. E são bons exemplos como esses que ajudam a mostrar que o que fazemos aqui não é só teoria, pode tornar-se real", diz Glauce. Para os pilotos, a experiência também foi marcante. "Sem dúvida, foi um dos momentos mais emocionantes da minha carreira. Ver a alegria dessas crianças nos faz bem. Quero repetir essa experiência outras vezes", disse Max Wilson. O atual campeão, Ricardo Maurício, também aprovou. "Foi incrível, um mar de crianças felizes com o carro, com a nossa chegada. Uma emoção indescritível."  

Tags: