Canal
Geral

Especializadas se unem em prol do live marketing

Por: 0 29 de Junho de 2015

O Festival Internacional de Criatividade Cannes Lions 2015 chegou ao fim, e, com, ele, mais uma vez a decepção das agências especializadas. Nenhuma agência brasileira conquistou Leão em Promo&Activation. Tony Coelho, articulista do Promoview, retratou muito bem essa frustração em seu artigo "Doze Leões, um sorriso e uma gargalhada": "O riso nervoso é por conta da percepção, inevitável por parte do cliente antenado, de que nossas agências ou não são capazes de construir cases tão bons quanto as agências de publicidade ou, de fato, são elas as únicas que sabem fazer promo e activation." (Veja post completo aqui). leao cannes 2015 Mas, apesar dos resultados ruins no Festival de Cannes desse ano, o mercado de live marketing não pode desanimar. O Brasil tem agências especializadas de primeira qualidade, e, consequentemente, um time de feras no comando delas. A prova disso é que vem aí a segunda edição do Congresso Brasileiro de Live Marketing. Autorregulamentação do setor, bitributação, licitações, evolução do mercado e oportunidades para os Jogos Olímpicos estão na pauta. O encontro, marcado para os dias 27 e 28 de julho, espera reunir cerca de 1.500 profissionais de agências, empresas fornecedoras e clientes em São Paulo. [caption id="attachment_472384" align="alignleft" width="291"]Kito Mansano. Kito Mansano.[/caption] “A realização do 2º Congresso Brasileiro de Live Marketing já tem sua agenda formada. Neste ano, teremos assuntos bastante pertinentes para serem discutidos e encaminhados para a o mercado com o objetivo de colocarmos em prática tão logo sejam aprovadas pelos associados. A valorização do profissional e do produto que oferecemos ao mercado será destaque nesta edição. Este é o melhor momento para mostrarmos o quanto estão preparados e a importância dos nossos profissionais no planejamento de ações para crescimento do nosso cliente. O posicionamento do live marketing como a atividade de comunicação mais moderna e alinhada com a expectativa do consumidor atual será demonstrada por meio de palestras e debates envolvendo empresas que usam nossos serviços de maneira inteligente, agências e profissionais de marketing. Contaremos ainda com painéis especializados sobre Olimpíadas, relações cliente agência, legislação (bitributação e licitações públicas), pesquisas, trade marketing, mercados regionais, sem esquecer da importância de discutir o verdadeiro papel da área de compras dos clientes. O economista Ricardo Amorim (Manhattan Connection/Globonews) já é um dos palestrantes confirmados e fará uma apresentação do porque estamos no negócio certo no momento certo, já que tem um período de incertezas à nossa frente. A participação das empresas associadas e de profissionais de mercado é de fundamental importância para consolidarmos uma atividade que cresce todos os anos e precisa ser entendida como prioridade na construção de produtos e marcas.”, declara Kito Mansano, presidente da Ampro. Além das palestras e dos painéis da grande plenária, o II Congresso de Live Marketing, que será no novo Centro de Convenções Rebouças, na Capital paulista, abrirá um espaço de exposição e um business lounge para promover e facilitar a interação e o networking entre os participantes. segundo-congresso-de-live-marketing“Teremos espaço para que fornecedores e marcas possam expor seus produtos e serviços para um público extremamente qualificado e segmentado, com investimentos acessíveis. Além da disseminação de conteúdo, o Congresso será uma oportunidade para a concretização de negócios entre os participantes.”, declara a diretora-executiva da Ampro Mônica Schiaschio. O cenário de oportunidades, regulamentos para campanhas, a relevância do marketing esportivo como ferramenta para as marcas e a desmistificação da Olimpíada em função da má experiência da Copa do Mundo serão assuntos discutidos durante o segundo Congresso Brasileiro de Live Marketing. [caption id="attachment_471750" align="alignleft" width="105"]Gaetano Lops. Gaetano Lops.[/caption] Além do painel “Jogos Olímpicos e Marketing Esportivo”, que será liderado por Gaetano Lops (da agência Gael). "Assim como na Copa do Mundo, as disciplinas que compõem o live marketing são essenciais para que as marcas que desejarem aproveitar o momento façam valer a pena o investimento nos Jogos. Mesmo aquelas marcas que não são patrocinadoras serão beneficiadas se escolherem bem suas agências e trabalharem com planejamento adequado.”, afirma o diretor-geral da Gael.   Mercado de Live Marketing O mercado de live marketing, ou “marketing vivo”, está entre os que mais vêm apresentando crescimento nos últimos dez anos. De acordo com estimativas da Ampro, o setor, que engloba diversas ferramentas nas áreas de promoção, merchandising, eventos, incentivo e digital, movimentou perto de R$ 45 bilhões em 2014, com crescimento aproximado de 6%, mesmo em um ano considerado “difícil”, já que a maior parte do mercado acabou não sendo beneficiada com a Copa do Mundo no Brasil. Definido pelas atividades de marketing que proporcionam interlocução viva entre marcas e pessoas, o live marketing estimula e provoca, por meio de experiências sensoriais, as sensações sinestésicas, sejam elas táteis, olfativas, gustativas, visuais, auditivas ou correlacionadas. Promove as melhores experiências de marca que qualquer outra atividade de marketing pode proporcionar e gera o maior engajamento nas pessoas. É o branding vivo e em cores.  

Tags: