Canal
Geral

Fabi Schaeffer desvenda promo para mercado automotivo

Por: 0 4 de Setembro de 2014 00:58

A cada ano aumenta o número de eventos direcionados ao mercado automotivo. As marcas querem e precisam estar cada vez mais próximas do seu target em função da grande competitividade existente nesse setor. Nos dias atuais, as grandes marcas do mercado automotivo não se restringem mais a eventos segmentados. Elas querem ir mais além, e, para isso, realizam ações de guerrilha, estandes interativos em feiras de negócios, promoções, entre outros. Para saber um pouco mais sobre ativação de marca nesse mercado, Promoview conversou com Fabiana Schaeffer, sócia-diretora da agência Netza, que atende grandes marcas automotivas há 14 anos, tendo, como sua primeira cliente, a escuderia McLaren. Fabiana Schaeffer_mais influentes Promoview: Fale um pouco sobre a Netza e há quanto tempo a agência atua no mercado automotivo. Fabiana Schaeffer: A Netza começou a desenvolver projetos para a indústria automotiva por causa da forte ligação que temos com a F1 aqui no Brasil, onde atendemos há 14 anos mais de dez escuderias no Grande Prêmio. O mercado começou a nos identificar pela expertise com as marcas envolvidas no circuito e nosso time foi se especializando no escopo de ações para automóveis em diversos modelos: test-drives, eventos para imprensa, lançamentos, ações para concessionários e clientes, exposições e feiras, ativações, guerrilha, entre outros. Promoview: A Netza já produziu eventos para motos, carros e caminhões. Quais são as particularidades e diferenças de projetos para cada segmento? Fabiana Schaeffer: Entender o mercado, estudar as referências internacionais, avaliar o momento corporativo e comercial de cada marca fazem parte de um planejamento estratégico bem feito e de uma linha criativa assertiva. Cada produto tem seus diferenciais, cada marca tem sua estratégia e os públicos pontuam a concepção de uma ação. Os mercados de duas rodas e quatro rodas são bastante específicos e de caminhões são um universo à parte. Dessa forma, é preciso muita imersão em cada briefing, e a Netza desenvolve os projetos em parceria com diversos fornecedores especialistas. Mas fazemos questão de internalizar alguns processos criativos: nossa operação contempla o desenho técnico e cenográfico (design) dos projetos, coordenação de montagem e entendimento de materiais estruturais, além de desenvolvimento conceitual de conteúdos e mensagens de cada projeto. Feitos dentro da agência, nosso controle de qualidade e alinhamento de cada detalhe são mais assertivos. Promoview: Quais são as referências da agência para a concepção de projetos para grandes eventos do segmento, como Fenatran e Salão do Automóvel? Fabiana Schaeffer: São meses de pesquisa, visitas aos principais eventos do segmento no mundo, relacionamento com fornecedores e agências internacionais com experiências em montagens e desenvolvimento de projetos para indústria automotiva. Claro que as referências não se limitam somente a este mercado: os processos criativos surgem de diversos caminhos, se embrenham por mercados que muitas vezes não têm a ver com carros e caminhões. Tem muito do entendimento de pessoas e experience brand, além de conhecimento de produtos e serviços do setor. Nossos projetos estão preocupados com essa via de mão dupla entre público - seja ele o consumidor, a imprensa, a equipe de vendas – e a marca e seus produtos. É uma relação que vai além de uma exposição bem feita, foco em produtos e seus features. Buscamos as tendências de consumo, de relacionamento com marcas e elementos racionais e emocionais que movimentam as relações de consumo desse tipo de bem durável. Promoview: Fale um pouco sobre a experiência em produzir coletivas de imprensa e ações específicas para jornalistas do setor automotivo. Fabiana Schaeffer: Os objetivos dos eventos para a imprensa são bem estratégicos em qualquer indústria. É o momento onde o discurso principal da marca será determinante para definir seu posicionamento perante seu público, a economia, sua relação com o ecossistema em que está inserido, etc.. Apesar de todo público ser um canal de mídia, todo mundo postar e compartilhar conteúdos e percepções e experiências com as marcas, e isso ter mudado a forma como as mesmas se relacionam e se apresentam, os jornalistas são um público com uma dinâmica peculiar: horários, deslocamentos, necessidades de formatos, etc.. A Netza já realizou dezenas de press conferences para o setor automotivo nacional e internacional e entende a necessidade de rupturas nos formatos na forma como os conteúdos são apresentados.  

Tags: