Canal
Geral

Espaços versáteis e sustentáveis nas Olimpíadas

Por: Redação 16 de Junho de 2016

Espaços para eventos, lounges, bares, camarins, banheiros confortáveis, containers refrigerados para armazenar alimentos perecíveis, bilheterias e até quartos com suítes. Há uma diversidade enorme de espaços temporários instalados por meio da locação de unidades modulares com isolamento termoacústico.

Tanto containers quanto módulos habitacionais normalmente possuem 6 metros de comprimento, 2.40 de largura e 2.89 de altura. Os módulos, porém, são montados como lego, podendo ser ampliados com acoplamento e empilhamento. Há estruturas de até três andares. Um exemplo foi o espaço montado pela Liesa para o Carnaval do Rio de Janeiro, na Sapucaí, que ocupou 4 mil metros quadrados com 300 módulos.

De acordo com o diretor comercial da NHJ do Brasil, Jorge Coelho, as empresas alugam os módulos na cor branca das chapas de aço e algumas revestem as paredes. "É possível adesivar e transformar os módulos em espaços alternativos muito bonitos". A NHJ já alugou 50% do estoque disponível para as Olimpíadas e prevê locar todo o restante em poucos dias.

Além da rapidez de montagem e flexibilidade para aumentar ou diminuir, os espaços modulares podem ser instalados sem qualquer tipo de licença prévia de construção, o que atrai ainda mais empresas que possuem pouco tempo para desenvolver locais temporários.

Outro ponto importante que tem aumentado a valorização dos módulos e containers como alternativa para a criação de espaços é a sustentabilidade. A tecnologia modular é um tipo de construção seca, que gera pouco resíduo e há pouca utilização de madeira. A maior parte da estrutura é feita de aço.

Tags: Espaços para Eventos | Jogos Olímpicos