Canal
Geral

<!--:pt-->Erro de impressão evoca racismo<!--:-->

Por: 0 2 de Maio de 2010

A Penguin Books destruiu sete mil exemplares do livro de receitas "A Bíblia das Massas" devido a um erro de digitação que confundia "pimentas pretas" (black pepper) com "pessoas negras" (black people). O livro possuía numa receita de tagliatelle com sardinhas e prosciutto e, aparentemente, nenhum revisor se deu conta, entre os ingredientes da frase "sal e pessoas negras em grãos" ("salt and freshly ground black people") ao invés de "pimentas pretas em grãos". O livro foi editado na Austrália e custou à editora bem mais em explicações do que os 20 mil dólares australianos, saldo do prejuízo. A questão foi intensificada pelo fato de a editora não ter promovido um recall dos livros que já estavam em livrarias, pois, de acordo com um porta-voz da empresa "foi apenas um erro de digitação, não havendo motivos para entender que alguém se sentisse ofendido por qualquer razão". Ele defendeu, ainda, os revisores, dizendo que o erro deve ter ocorrido a partir de um programa de verificação de ortografia, pois quase todas as receitas do livro contém pimenta preta, o que torna o erro "perdoável", acrescentou. A Penguin Books publicou uma nota em seu website pedindo desculpas por "quaisquer inconvenientes que o erro possa ter causado aos leitores", sugerindo aos revisores que continuem se concentrando em checar as quantidades nas receitas, o que costuma ser o tipo de erro mais comum nestes livros. E os leitores que se sentirem desconfortáveis por possuirem uma destas cópias poderão, ainda, realizar uma troca por outro livro da mesma editora.

Tags: