Canal
Geral

Empresas asiáticas invadem as mídias sociais

Por: 0 25 de Fevereiro de 2011

Segundo o Social Media Check-up, estudo global realizado anualmente pela Burson-Marsteller, 67% das empresas asiáticas presentes na Lista Global 100 da revista Fortune já estão usando pelo menos uma plataforma de mídia social, o que representa o significativo aumento de 50% em relação a um ano atrás. Já a penetração das empresas norte americanas e europeias nas mídias sociais permaneceu inalterada em 89% e 84%, respectivamente.

O Social Media Check-up analisou o uso de plataformas de mídia social por parte das empresas presentes na lista Global 100 da revista Fortune tais como Twitter, Facebook, YouTube, blogs corporativos e redes sociais locais. “Enquanto o aumento na adoção de mídias sociais na Ásia se explica em parte por um grande investimento nessa área para marketing local, parte deste crescimento se deve ao fato de as empresas asiáticas usarem a mídia social para alcançar novas audiências no exterior”, declarou o CEO Mundial da Burson-Marsteller, Mark Penn. “Além disso, as empresas globais estão demonstrando maior conforto com a natureza interativa das redes sociais e estão mais dispostas a se engajar nestas plataformas”. O estudo também apontou que, atualmente, as empresas estão diretamente engajadas e respondem a outros usuários nas várias plataformas de mídias sociais. Por exemplo, 67% das empresas da lista Global 100 da revista Fortune que estão presentes no Twitter usam a função de menção “@” (símbolo usado junto ao nome do usuário para direcionar o post a este perfil específico, seja uma conta pessoal ou corporativa) e mais da metade (57%) está retwittando conteúdo de suas contas corporativas. Isso representa um aumento de 76% em empresas usando a função de menção “@” e um aumento de 78% em retweets em relação ao ano passado. No Facebook, 74% das empresas permitem que os usuários “curtam” suas postagens em seus “murais” e mais da metade (57%) das empresas está respondendo posts e comentários. Os EUA lideram a interação no Facebook com 89% das empresas permitindo posts e 72% respondendo aos usuários.

Tags: