Canal
Geral

Em cartaz: Deu a louca no marketing promocional!

Por: 0 13 de Novembro de 2011

É muito estranho o que acontece dentro de algumas agências de marketing promocional. Refiro-me ao fluxograma de trabalho que elas, as tais algumas, adotam para funcionar. Parece filme da sessão da tarde. Minimizaram o papel da criação, ok!, isso já entendi. Afinal, num mercado em que compras e suprimentos manda, de que adianta ficar criando e inovando se, no final, é custo mesmo que diz quem faz. Até aí, tudo compreensível (meu Deus! Nunca pensei que diria, ou escreveria, isso.) Mas, me parece arriscado, com atorzinho-modelo, num mercado já nada profissional, no sentido mais lato da palavra, que caiba à produção ser vilã e colher briefing do cliente, ao atendimento, mocinho engajado, à criação, ao planejamento, coadjuvante, o atendimento e, à criação, quando existe, fazer a produção. Caraca, deu a louca no marketing promo! Esse é o nome do filme. Como a Conceito terceiriza seus roteiros, tenho me divertido, oh! comédia pastelão, pra não dizer o contrário, com uns briefings muito loucos que têm aparecido por aqui vindo de clientes. É um tal de pedir um Save the date com data, fazer um convite para transfer, fazer uma convenção de vendas para o pessoal de vendas da empresa... o cliente quer criação criativa e inovação que não seja muito ousada (esses são os meus preferidos.)... ai meu Deus, tô morrendo de rir... Tem pérolas muito mais significativas e dignas de falas do Inspetor Clouseau como essa: “Não esquecer que o cliente quer a marca dele nas peças dele (sic)...” Ué, eu colocaria a marca de quem na peça de quem???? Tanta gente Júnior cuidando de marcas Sêniors no set, tanta gente sem expertise fazendo marketing promocional na base da amizade ao “cara” do cliente, mas com nenhuma amizade com a “cara” da marca dele, e com “carão” no telão... E assim a comédia vai ganhando os espaços de eventos e ações promo, ocupando todas as praças, sem censura mesmo, sem vergonha mesmo, fazendo muita gente rir e outras chorar. Enquanto isso, coitados dos atores de ponta, os "promocitários" qualificados e profissionais de verdade, que têm que se misturar com esses atores de segunda, ou “freelarem” para poder ganhar o pão de cada dia ou mediocrizarem-se, vendo atuações idiotas de pseudos-produtores, criativos e atendimentos. E ainda arriscarem o que sabem no marasmo de atuações de canastrões. Coitados dos verdadeiros profissionais de marketing diante de tanta "MBIdiotice", que forma repetidores de frases de efeito, citações de nomes de fulanos que transparecem o discurso inócuo de filósofos professores que lhes ensinaram os livros, amigos de primeira no embasamento necessário, mas que NUNCA trabalharam no mercado e por isso são incapazes de falar o que, de fato, os livros querem dizer. A comédia pode virar drama, porque suspense e terror já é há algum tempo e, se nada mudar, em breve, será ficção. Eu bem preferia um romance de final feliz, mas nos cinemas está passando uma programação esquisita que diz bem grande no cartaz de divulgação que publicitário faz papel de 'promocitário' e emociona o público em o "Dia Depois de Amanhã". Ah!, Eu? O que eu faço? Escrevo meu roteiro sempre novo, buscando um filme-verdade, ao invés de fazer o que estão fazendo outros, porque eu não vou ficar vendo esse filme com a pipoca na mão, esperando seu final. O final dos meus filmes, eu escrevo... Sou Promocitário!

Tags: