Geral

Geral

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

El Ojo: Brasil deixa 23ª edição com 120 prêmios

Por: Redação.. 1 de Dezembro de 2020

Principal evento criativo das Américas, o Festival  Internacional El Ojo de Iberoamérica encerrou na última sexta-feira, 27, a sua 23ª edição com um saldo muito positivo para a criatividade brasileira. 

O país deixa o evento com um total de 120 prêmios conquistados. Foram conquistados seis Gran Ojos (um em Experiência de Marca & Ativação, dois em Gráfica & Via Pública, um em Produção Gráfica, Melhor Ideia Local e Conteúdo), 38 troféus de Ouro, 32 de Prata e 44 de Bronze. 

As principais premiações do mercado você confere aqui.

Pelo terceiro ano a Africa conquista o título de Agência do Ano no El Ojo, com Sergio Gordilho levando o troféu de Criativo do Ano.

Somente na sexta, último dia do festival, o Brasil ganhou 20 prêmios: 1 Grand Prix, 8 estatuetas de Ouro, 10 de Prata e 11 de Bronze nas competições de Conteúdo, Design, Film, Inovação, Jovens Diretores de Cena, Melhor Ideia Latina para o Mundo e El Tercer Ojo.

O último Grand Prix conquistado pelo país no El Ojo 2020 foi em Conteúdo, com a peça “Coma – A Getty Images Original Series”, da AlmapBBDO para a Getty Images Brasil, produzido pela Stink Filmes, com direção de Squarehead e Cassiano Prado. Neste mesmo prêmio a publicidade brasileira foi contemplada com 3 troféus de Ouro, 1 de Prata e 2 de Bronze.

Em Design foram 3 Ouros, 4 Pratas e 5 Bronzes. Já em Film o Brasil conquistou 3 Pratas e 1 Bronze. Em Inovação, 1 Ouro e 1 Bronze. Enquanto isso, no Jovens Diretores de Cena o metal conquistado foi de 1 Bronze. 

Por fim, no El Tercer Ojo o Brasil levou 1 Ouro, 2 Pratas e 1 Bronze. Não houve premiação para o país em Melhor Ideia Latina Para o Mundo.

No Balanço final, as 120 premiações do Brasil no El Ojo de Iberoamérica 2020 são:

Gran Ojos (GPs): 6

Ouro: 38

Prata: 32

Bronze: 44

Veja aqui as listas de todos os vencedores de todas as competições dos três dias do El Ojo de Iberoamérica 2020.

Tricampeonato para a Africa

O El Ojo também consagra os Melhores de Iberoamérica, premiando os melhores de cada ano considerando as competições em todas as categorias do festival, por país que inscreveu trabalhos no evento. Mais uma vez a Africa é nominada Agência de Iberoamérica do Ano no El Ojo. 

Ela já tinha ganhado esse título outras duas vezes, ou seja, esse pode ser considerado o seu tricampeonato. O brasileiro Sergio Gordilho também ganha novamente o título de Criativo do Ano no El Ojo. A Agência Independente do Ano é a Cyranos e a Rede de Iberoamérica em 2020 é a DDB. 

A Produtora do Ano é a Primo, que tem operações em Buenos Aires, São Paulo, Santiago, Madrid , Barcelona e Cidade do Mexico; enquanto o Diretor de Cena do ano é Nicolas (Nico) Perez Veiga. A ABInBev foi escolhida como Anunciante do Ano de 2020 no festival.

Veja abaixo todos os vencedores em desempenho da Iberoamérica em 2020:

Agência do Ano: Africa.
Rede do Ano: DDB.
Agência Independente do Ano: Cyranos.
Melhor Criativo do Ano: Sergio Gordilho.
Anunciante do Ano: ABInbev.
Produtora do Ano: Primo.
Realizador/Diretor de Cena do Ano: Nicolas (Nico) Perez Veiga.

Tags: