Canal
Geral

Econofarma Nordeste 2011 terá Drogaria Modelo

Por: 0 5 de Setembro de 2011

Entre 17 e 18 de novembro, Olinda recebe a Econofarma Nordeste 2011, evento de negócios do segmento de farmácias no Brasil. Realizada no Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon), a feira terá participantes de outros estados do Nordeste, como Alagoas, Paraíba, Ceará, Bahia e Rio Grande do Norte. Na edição de estreia, no ano passado, foram mais de 70 expositores e um volume de cerca de R$ 10 milhões em negócios fechados. Entre as novidades da Econofarma Nordeste deste ano está a Drogaria Modelo, projeto inédito idealizado pela PH Eventos. Trata-se de um protótipo que demonstra a montagem, na prática, de um estabelecimento farmacêutico. O espaço tem o que há de mais moderno, eficiente e inovador no segmento, além de estar totalmente adaptado às leis que regem o varejo farmacêutico. Na Drogaria Modelo serão expostos lançamentos e produtos de várias marcas, bem como modelos de layout. Prateleiras, gôndolas e vitrines serão ocupadas por produtos e serviços de diferentes fornecedores. O espaço abre a oportunidade de relacionamento entre varejistas e indústrias para negociações e troca de informações sobre gestão de negócios no ambiente das farmácias. [caption id="attachment_141460" align="aligncenter" width="560" caption="Drogaria Modelo."][/caption] Além da Drogaria Modelo, está confirmada uma palestra, em 18 de novembro, às 18h, sobre o Programa “Aqui tem Farmácia Popular”. A apresentação será feita pela coordenação do Programa Farmácia Popular, mantido pelo Governo Federal para ampliar o acesso da população a medicamentos para as doenças mais comuns. A Econofarma Nordeste é a única feira aberta para donos de farmácias de redes independentes e associativistas na região. Ela foi inspirada na similar paulista, que está na nona edição. Neste ano, a Econofarma São Paulo, realizada em junho, recebeu 10 mil visitantes e movimentou em torno de R$ 38 milhões em negócios entre os 135 expositores (indústrias e distribuidores de medicamentos e produtos de higiene e beleza, além de desenvolvedores de softwares, fabricantes de brindes e gráficas, entre outros) e os farmacistas. “O Nordeste é a região que registra as maiores taxas de crescimento de consumo. Já era hora de receber uma grande feira para o varejo farmacêutico”, afirmar Paulo Heitor Lopes Bruno, diretor da PH Eventos, organizadora das duas edições da Econofarma. Um levantamento recente da IMS Health, divulgado pela Associação Brasileira do Atacado Farmacêutico (Abafarma), confirma a afirmação de Bruno. De acordo com o estudo, a participação da região Nordeste nas vendas de medicamentos no primeiro semestre alcançou 17,3% do total de unidades comercializadas no país. O número supera o da região Sul, com 16,86%. Em todo o Brasil, as vendas totais de medicamentos somaram R$ 19,52 bilhões nos primeiros seis meses do ano.

Tags: