Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

E depois da Copa?

Por: 0. 12 de Maio de 2014

Copa do Mundo está nas rodas de café da manhã, almoço e jantar. Está nas ruas, lojas, mercados. Está na vida do País, e, com o tema em todos os lugares, não faltam motivos para levar o consumidor a entrar neste clima. Com isso, o mercado promocional ganhou um impulso extra que faz deste primeiro semestre um período melhor quando comparado aos últimos anos, onde o segundo semestre serviu para recuperar o primeiro e garantir número azul do ano. Mas, se o leitor pedir um único exemplo não conseguiremos dar. A multa da Fifa é tão pesada a quem comentar sobre qualquer coisa sobre os acontecimentos de junho que acabou amordaçando nosso mercado. A gente circula pelas agências e vê a movimentação, mas ninguém confirma nada.
Divulgação/Promoview.
copa-do-mundo-2014-estadios-1 E se o “padrão Fifa” faz com que tenhamos que pagar para ver as ativações da Copa só quando o evento começar, nos resta projetar sobre como se comportará o mercado após o apito final. Como ficará o País depois que o Mundial, junto com sua euforia passar? Como é que o mercado promocional e de live marketing se comportará ao término deste evento que há mais de seis meses movimenta o mundo? [caption id="attachment_395356" align="alignleft" width="204"]marcelo-checon-00001 Marcelo Checon.[/caption] Marcelo Checon, diretor da M|Checon, foi o primeiro a se manifestar dizendo: "Eu acho que pós Copa , teremos apenas um pequeno break de eventos com Brasil ganhando ou não. Mas, nosso calendário de eventos é muito intenso! Teremos um segundo semestre com Salão do Automóvel e outros grandes eventos! Precisamos confiar!! Rs." Marcelo não foi o único a expor sua opinião. Maurício Gallian, CEO da Out Promo, falou sobre o assunto deixando uma declaração para dizer como na opinião dele o mercado ficará depois que a Copa do Mundo acabar aqui no Brasil. [caption id="attachment_395357" align="alignleft" width="141"]SONY DSC Maurício Gallian.[/caption] "A Out Promo sempre teve o foco em trabalhos e clientes de longo prazo. Sendo assim, o evento Copa entrou em nosso planejamento de 2014, como um plus de tudo que já havíamos programado para o ano. Conquistamos um grande cliente, Continental Pneus que é patrocinador oficial da Copa e que ajudou a elevar os resultados no primeiro trimestre, assim como  outras atividades para clientes da casa que terão algumas atividades durante a Copa. Após a Copa temos vários Jobs já fechados para clientes como: Reckitt Benckiser, Mondelez, P&G, Microsoft e Diageo, que irão nos ajudar a atingir a meta de crescimento 20%, estipulada para este ano." [caption id="attachment_395360" align="alignleft" width="106"]João Mattos João Mattos.[/caption] João Mattos, diretor-executivo da D.Mattos, declarou: "Teremos novamente o mercado aquecido a todo vapor, com crescimento acima da média para o segundo semestre, mesmo com a eleição em outubro."       [caption id="attachment_395659" align="alignleft" width="166"]Claudio Xavier Claudio Xavier[/caption] Por fim, Claudio Xavier, sócio-diretor de Criação da NewStyle, deu sua palavra sobre o assunto. "Depois da Copa, o evento mais importante será as eleições. E só vai se falar nisso. Normalmente as grandes empresas não costumam fazer grandes investimentos nesse período, pois há um certo compasso de espera pelo resultado das eleições. As que investiram na Copa também já deixaram a maior parte do seu budget por lá e acabam sacrificando o restante do ano. Ou seja, não vejo o segundo semestre com grande otimismo. O que temos que fazer é tentar garantir boa parte do ano nesse primeiro semestre que tem se mostrado promissor, e, no mais, é torcer para o Brasil ser campeão, porque aí o humor de todo mundo muda, e esse bom humor pode contagiar, inclusive esse provável mal-humorado no segundo semestre. Vai, Brasil!!!."

Tags: