Canal
Geral

Descendo a ladeira com Red Bull Soapbox em BH

Por: 0 6 de Outubro de 2011

Irreverência. Essa é a marca principal do Red Bull Soapbox. O evento foi realizado no último domingo (02/10) na cidade de Belo Horizonte (MG) e, mesmo com o sol muito forte, 57 mil pessoas, segundo dados do Corpo de Bombeiros, marcaram presença na Praça do Papa. O símbolo das Minas Gerais, combinado com um ótimo figurino e uma boa performance foram suficientes para levar o quarteto belo-horizontino para o lugar mais alto do pódio do Red Bull Soapbox Race Belo Horizonte.

[caption id="attachment_148478" align="aligncenter" width="560" caption="Foto: Fabio Piva/RedBull."][/caption]

“A descida parecia uma montanha russa. O negócio foi não frear e apostar tudo”, explicou o piloto da equipe André Ferri. “Só participar já tinha valido a pena, mas ganhar foi três vezes melhor”, comemorou Danilo Girundi, também do quarteto vencedor. Toda a equipe ganhou como primeiro prêmio uma viagem para o Grande Prêmio do Brasil de F1.

[caption id="attachment_148479" align="aligncenter" width="560" caption="Foto: Marcus Desimoni."][/caption]

Representando Brasília (DF), a Regresso Nacional ficou com a segunda colocação. “A Lei de Murphy não se aplicou hoje”, brincou o piloto da equipe candanga, Orlando da Costa e Silva. “Foram 44 equipes de Minas e só quatro de Brasília. Ficar em segundo lugar é sensacional”, acrescentou. Ele e os outros três integrantes ganharam uma viagem, com direito a Volta Rápida no carro da Red Bull Racing, para uma etapa da Stock Car. Completando o pódio, a equipe de “Beagá”Se Beber Não Dirija e Não Case, que levou um tigre e um bebê para a pista. “Depois da primeira curva, não freiei e fui direto. Aí eu percebi que tinha dado certo”, explicou o piloto João Luiz Antunes. “To tremendo até agora”, emendou.

[caption id="attachment_148480" align="aligncenter" width="560" caption="Foto: Fabio Piva."][/caption]

A equipe mais rápida, que percorreu o circuito de 450m em apenas 33s, foi o quarteto SCV, de Goiânia (GO). A cueca voadora foi a mais veloz na pista e garantiu o prêmio especial para a equipe. “Estudei o traçado o dia inteiro e não toquei no freio durante toda a descida”, afirmou Vinicius Dias, piloto da equipe goiana. Além do menor tempo, mais dois critério decidem a vitória no Red Bull Soapbox: criatividade do projeto e performance da equipe, esse último determinado por um júri especial formado pela campeã mundial de kitesurfe Bruna Kajiya, dos músicos Wilson Sideral e Lu Alone, da blogueira Cris Guerra e da drag queen Kayete. Marcio Garcia foi o apresentador do evento. A corrida contou com 49 equipes de dois Estados, Minas Gerais e Goiás, mais o Distrito Federal no último domingo (02/10).

Tags: