Canal
Geral

Debate esportivo do Comitê da Ampro atinge expectativas

Por: 0 26 de Maio de 2011

O primeiro evento do Comitê de Marketing Esportivo da Ampro - Associação de Marketing Promocional reuniu na última terça-feira (24/05), representantes do Governo Estadual, dos grandes patrocinadores, da Fifa e especialistas em Copa do Mundo. O evento foi realizado no auditório do Museu do Futebol e contou com a participação de mais de 160 profissionais. O principal objetivo do encontro foi discutir o foco no mercado brasileiro para a Copa de 14.

Durante a abertura, José Estevão Cocco - diretor do Comitê de Marketing Esportivo da Ampro e conselheiro da entidade resgatou a história da formação do grupo, que começa com mais de 20 integrantes. Cocco ainda reafirmou o objetivo do evento de levar aos associados e ao mercado, um amplo debate profissional com informações precisas e troca de experiências sobre o tema Copa do Mundo. No final do discurso, o diretor do Comitê agradeceu aos parceiros e apoiadores que estiveram envolvidos na realização, entre os quais: o patrono do Comitê, Martins Vieira, da The Marketing Store, que comentou de como o evento era apaixonante e desafiador. Em seguida, Elza Tsumori - presidente do conselho da Ampro destacou como vale a pena lutar por um sonho e que o lançamento do Comitê de Marketing Esportivo é um momento de júbilo para a entidade que completa 18 anos em junho. “Acreditamos que os grandes eventos esportivos internacionais possam alavancar os negócios no mercado nacional, impulsionar e criar a cultura esportiva nos brasileiros”, afirma. A programação teve como foco o mercado por meio de palestras do secretário de Esportes, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo, Dr. Jorge Pagura. Ele falou sobre a Lei de Incentivo aos Esportes, porém, enfatizou a preocupação sobre as políticas públicas de esporte, da necessidade do planejamento permanente, da falta de conhecimento e da questão orçamentária. Ainda destacou a infraestrutura de São Paulo para a abertura da Copa de 14 e o trabalho desenvolvido para fomentar a cultura do esporte nos jovens de 07 a 17 anos de idade. Dando continuidade à sequência de discursos, o presidente da Traffic, J. Hawilla comentou sobre a desorganização do futebol brasileiro e lembrou que as comissões técnicas são preparadas, mas a gestão ainda precisa melhorar.

[caption id="attachment_116816" align="aligncenter" width="580" caption="J. Hawilla, da Traffic."][/caption]

Sobre as oportunidades com a vinda do evento ao Brasil, ele lembrou como é possível ganhar dinheiro nessa estrutura. Hawilla ainda destacou que as cotas de patrocínios já estão vendidas, mas ao mesmo tempo a Fifa traz uma Copa com a criação de um ambiente favorável para o País. O cenário é de otimismo, com ampla divulgação do Brasil para o mundo, reforçando uma imagem positiva em outros continentes e também favorável ao turismo. “Estamos com projeções econômicas de crescimento internacional, avanços tecnológicos nas transmissões de TV e oportunidade para uso da criatividade. Vamos ter uma revolução no Brasil. A Copa vai deixar um importante legado cultural. Aprenderemos a fazer evento de grande proporção, disciplinar e organizar as torcidas.”, vislumbra. J. Hawilla. Para falar do sucesso com o investimento no futebol, o diretor de marketing da Seara Alimentos – Marfrig Group, Antonio Zambelli apresentou a comunicação iniciada em 2010 (patrocínio do Santos, da Copa da África do Sul, do Criciúma e as ações atuais). Demonstrou como a participação na Copa é importante para a expansão internacional da marca e o relacionamento com a Fifa. Já o diretor de marketing da Fifa, Jay Neuhaus mostrou a estrutura organizacional, administrativa da Federação, o plano-base de divulgação que será desenvolvido no Brasil e como funciona a exposições de marcas na Copa do Mundo. Ele também falou tudo o que poderá ser feito dentro das normas legais e da importância das "fan fests" que ocorrem em paralelo aos jogos em todas as sedes. De acordo com José Cocco, esse evento foi muito gratificante para os organizadores com a presença no limite do auditório de profissionais associados à Ampro que afirmaram terem recebido informações fundamentais para elaboração de planos comerciais e identificação de oportunidades no âmbito do marketing promocional.

Tags: