Canal
Geral

DC Comics entra na Justiça contra o Valencia

Por: 0 25 de Novembro de 2014

A editora DC Comics, dos Estados Unidos, proprietária dos direitos do super-herói Batman entrou em litígio com o Valencia, que pediu registro de um morcego em posição diferente da que é utilizada em seu escudo. Segundo o Escritório de Harmonização do Mercado Interior (Oami, na sigla em espanhol), que cuida dos registros de marcas da União Europeia, o Valencia pediu os direitos de uso exclusivo do morcego coroando seu escudo. O clube também requereu outro registro, do animal em posições variadas, como é comum em empresas do velho continente. Foi aí que começou o impasse. valenciaA DC Comics, que publica as histórias do Batman, se opôs a um desenho do morcego de asas abertas, que lembra muito o símbolo do super-herói. Para a editora, existe um risco de confusão entre o morcego do Valencia e o do Batman. Por enquanto, o Oami não decidiu quem está certo. Fundado em 1919, o Valencia utiliza o morcego por ser um elemento do brasão da cidade. Nos primeiros anos, inclusive, o clube utilizava o brasão municipal como escudo, com pequenas variações. No início dos anos 20, a equipe começou a utilizar o emblema atual, que teve poucas mudanças. Já o Batman não é tão longevo. O super-herói nasceu em maio de 1939, nas páginas do número 27 da revista Detective Comics. Em sua primeira aparição, o homem-morcego (Bat-man era o nome original do personagem) já utilizava o uniforme com o animal estampado no peito. Aparentemente, o Valencia não pretende se aproveitar da popularidade do personagem para conquistar novos torcedores. No entanto, é muito comum entre as grandes empresas a tentativa de proteger ao máximo seus símbolos. A DC Comics impediu o registro de duas marcas anteriores que lembravam o homem-morcego. Esse fato é usado como argumento para tentar impedir o registro do morcego do Valencia. Curiosamente uma das versões embargadas na Justiça lembra muito o morcego do escudo do clube espanhol. Não é a primeira vez que o Valencia encontra problemas relacionado com o Oami. Anteriormente, o clube encontrou problema para registrar “Amunt Valencia” (“Suba, Valencia”, em tradução livre). A RTVV, uma TV local, recorreu ao escritório europeu, já que tinha um programa com esse nome, que já havia saído do ar há mais de uma década. Apesar de a emissora já não existir mais, o processo segue aberto no Oami, que ainda não julgou o caso.     http://promo.promoview.com.br/faca-parte-do-anuario-2015

Tags: