Canal
Geral

Curitiba será cidade-sede de conferência mundial

Por: 0 26 de Maio de 2015

Começa a contagem regressiva para a realização da 22ª Conferência Mundial de Promoção da Saúde da Uipes, que acontece em Curitiba em 2016. Cerca de 2,5 mil profissionais, entre pesquisadores, gestores, organizações não-governamentais e a comunidade científica mundial, de vários países, vão se reunir na Capital paranaense entre os dias 22 e 27 de maio do ano que vem. Promovido pela União Internacional de Promoção de Saúde e Educação em Saúde, o evento está sendo organizado pela Secretaria Municipal da Saúde em parceria com a Associação Brasileira de Saúde Coletiva.   img_1_27_6250 O secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda, destaca a importância do evento no contexto mundial, que visa estimular o debate e a formulação de políticas públicas para as ações de promoção da saúde. "São iniciativas que têm como foco a redução das desigualdades nos diversos fatores determinantes de saúde da população." enfatiza. Curitiba foi escolhida em 2013 para sediar a próxima edição da Conferência após uma disputa com Durban, na África do Sul, e Taipei, em Taiwan. Será a primeira vez em 47 anos que o evento volta a ser realizado na América Latina. Entre os critérios de seleção da cidade-sede, são consideradas as ações desenvolvidas na área da saúde e o reconhecimento pelas respostas inovadoras na construção de políticas públicas integradas voltadas para o desenvolvimento humano sustentável, com impacto na saúde e na qualidade de vida. "Para os participantes, será uma grande oportunidade para avaliar o impacto e compartilhar experiências inovadoras no campo da promoção da saúde e equidade." ressalta a técnica do Núcleo de Promoção da Saúde da Secretaria Municipal da Saúde, Simone Tetu Moysés, responsável pela organização do evento em Curitiba. "Promovendo Saúde e Equidade" é o tema da edição curitibana, e cinco subtemas vão completar o debate: Imperativos éticos e culturais em intervenções que promovam saúde e equidade; Mudanças urbanas fazendo diferença localmente, considerando vozes emergentes; Saúde em todas as políticas e ações intersetoriais: inovações na teoria, avaliação e pesquisa; Caminhos para alcançar o desenvolvimento humano sustentável e saudável em escala global; Criando questões de pesquisa compartilhadas para aproximar a investigação da prática. As inscrições dos trabalhos a serem apresentados podem ser feitas pelo site, até o dia 4 de setembro. Em outubro, a Comissão Científica Global da Conferência irá visitar Curitiba para participar do Marathon Meeting, reunião para finalizar a avaliação dos trabalhos inscritos. Em novembro, os resultados serão divulgados. Entre os conferencistas já confirmados estão a arquiteta Aziza Chaouni, especialista em "tecnologia verde"; a diretor de Desenvolvimento em Saúde da Organização Mundial da Saúde, Vivian Lin; o pesquisador ativista social, Jaime Breihl; o pesquisador Cesar Victora, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e consultor da Organização Mundial da Saúde na área de desigualdades em saúde materno-infantil.

Tags: