Canal
Geral

Curitiba realiza Copa Libertadores do Crack

Por: 0 8 de Junho de 2013

A “Goleada Contra as Drogas” tem atraído muitos jovens para a segunda rodada da Copa Libertadores do Crack, que ocorre em Curitiba. Neste final de semana, as Ruas da Cidadania do Carmo, Boa Vista e Santa Felicidade recebem, a partir das 18h,  as partidas do torneio de futsal masculino e feminino que reúne 64 equipes, as quais levam nomes de regiões da Capital e passam por diversos bairros onde ocorrem as partidas.

A realização do campeonato, organizado pelo Movimento Curitiba Te Quero Sem Drogas e pela Força Jovem tem o apoio da Prefeitura de Curitiba e da Secretaria de Esporte Lazer e Juventude (Smelj) que cedeu as estruturas para as partidas e profissionais de apoio. A Câmara Municipal também se une nessa grande jogada pelos jovens curitibanos com a Frente Parlamentar Contra o Crack e outras Drogas que incentiva todas as atividades com esse caráter. Além dos jogos, os participantes levam mensagens sobre os perigos das drogas estampadas em seus uniformes e unem o esporte como canal para afastar a comunidade de práticas ilícitas. Material de conscientização e convites para os próximos eventos, sempre frequentes, são distribuídos às pessoas que se juntam à torcida pelo seu bairro e por uma cidade sem drogas. Em algumas oportunidades alguns participantes testemunham a mudança de hábitos por meio de atividades semelhantes. Neste sábado (08/06), diversas regiões da grande Curitiba como Pinhais, Campo Largo, Sítio Cercado, Vila Hauer, Bairro Alto, Almirante Tamandaré, Pinheirinho, Fazenda Rio Grande, entram nas quadras das Ruas da Cidadania para driblar as drogas e conseguir um lugar na próxima fase.

Os resultados dessas ações valem muito mais que o placar ao final de cada jogo. O idealizador do projeto e do Movimento Curitiba Te Quero Sem Drogas, vereador Valdemir Soares (PRB) afirma que iniciativas frequentes  atraem a atenção dos jovens que se tornam multiplicadores dessas mensagens. “O esporte faz a diferena na vida dos jovens, pois é uma fase onde estão começando a traçar sua trajetória de futuro e dedicados ao esporte, é difícil que se curvem à perdição das drogas.”, disse Valdemir. Até agora já foram quase 50 partidas realizadas considerando as equipes femininas e masculinas que jogaram, nos bairros do Boa Vista, Fazendinha, Pinheirinho, Carmo, Santa Felicidade e Bairro Novo. A próxima fase do campeonato deve se estender até meados do segundo semestre, sempre nos finais de semana. O evento é gratuito e aberto ao público.

Tags: