Canal
Geral

<!--:pt-->Copa do Mundo incentiva ações promocionais<!--:-->

Por: 0 25 de Abril de 2010

Não é novidade que o futebol deixou de ser só um esporte para se tornar um dos negócios mais rentáveis do planeta. Mas, além das cifras que envolvem a transação de jogadores e de campeonatos bilionários, o futebol reserva uma parcela dos recursos para cativar torcedores. Em época de Copa do Mundo, então, as promoções se multiplicam.

mcdonalds5

Pelo menos 14 companhias oferecerão viagens, TVs, kits de produtos e outros mimos a quem comprar e responder às perguntas dos concursos promocionais. As promoções que sorteiam pacotes de turismo são as mais visadas. Mais de uma centena desses roteiros - em geral, com direito a acompanhante - ainda serão sorteados até a abertura do Mundial, em 11/06, incluindo passagem aérea, hospedagem e acesso a jogos. Não é bondade das empresas. Segundo o diretor de cartões do Banco do Brasil, Denilson Molina, a promoção com o Ourocard Visa acrescenta 25% ao faturamento da bandeira nos meses que antecedem o torneio da Fifa. "É um ótimo negócio, não só em termos de faturamento como em retorno para a marca. Nesse tipo de promoção, a fidelização aumenta muito", diz Molina. Além de 40 pacotes de viagem à África do Sul (do cem iniciais, 60 já têm dono), o BB sorteará TVs de 42 polegadas e home theaters. Até agora, três ganhadores são do Estado, entre eles o funcionário público Ademir Francisco de Souza, que levou uma viagem de quatro dias com acompanhante para ver o Brasil nas oitavas de final - se a Seleção chegar lá. "A gerente ofereceu, sem custo, e a minha mulher aceitou. Nunca fiz uma viagem dessas. É bom demais", diz o pernambucano radicado no Rio Grande do Sul há 16 anos. A sorte também bateu na porta do apartamento dos Azevedo, moradores da Zona Norte de Porto Alegre. O filho do casal Hamilton e Ana Beatriz foi sorteado pela Coca-Cola, um dos patrocinadores do Mundial, para passar uma semana na África do Sul. Além de levar os pais, o adolescente Aysson, 12 anos, vai empunhar a bandeira brasileira na entrada em campo em um dos jogos da primeira fase. Ele se cadastrou usando os códigos contidos nas tampinhas dos refrigerantes. "Tive de fazer carteira de identidade e passaporte. Nem sei quantas tampinhas eu cadastrei", diz o adolescente. No caso da Coca-Cola, são 102 pacotes de viagem à África do Sul com direito a acompanhante - 18 sortudos também entrarão em campo com a bandeira e poderão levar duas pessoas. A companhia não fala em números, mas o retorno da promoção é maior no fortalecimento da marca do que no incremento das vendas. A diretora de marketing, Luciana Feres, diz que a Copa deste ano servirá como laboratório das ações da marca no torneio marcado para o Brasil daqui a quatro anos. No McDonald's, que investiu R$ 4,2 milhões na promoção, a motivação é social. O diretor de planejamento e marketing, Roberto Gnypek, diz que os cinco adolescentes que serão sortea­dos para empunhar bandeiras brasileiras nos jogos representam valores da companhia. "Nossa identidade em relação à Copa é completa: somos uma marca global, focada em excelência operacional, que busca autenticidade e é voltada para a família", enumera. Mais de 12 mil se inscreveram com desenhos ou frases sobre o esporte, e os cem mais votados na internet farão parte de uma finalíssima, quando o ex-capitão da Seleção Cafu terá a missão de selecionar os cinco melhores. Além de incrementar o uso do site, que teve mais de 150 mil usuários únicos desde o início de fevereiro, a promoção fortalece a marca. Segundo Gnypek, a citação do McDonald's como "lugar favorito" de crianças e adolescentes se eleva a 92% durante os 30 dias da Copa.

Tags: