Canal
Geral

Consórcio Linha 4 Sul apoia o Festival Arte Leblon

Por: 0 18 de Julho de 2015

Em meio a construção da Linha 4 do Metrô do Rio de Janeiro, o Consórcio Linha 4 Sul estreita os laços com a cidade na certeza de que é possível contribuir também para o desenvolvimento cultural de quem vive no Rio. Por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, o Consórcio apoia o Festival Arte Leblon, em comemoração aos 450 anos da cidade e 96 do bairro, que ganhará duas das seis estações da Linha 4 do Metrô: Antero de Quental e Jardim de Alah. O Festival integra o programa de relacionamento com a comunidade e incentivo ao desenvolvimento do comércio. Serão dez dias de arte nas ruas e na praia, que vão até o dia 26 de julho. A ocupação artística contará com shows, oficina de circo, feira de arte impressa, trapézio no mobiliário urbano, poesia de rua, workshops de desenho técnico, fotografia e grafite e walking tour pelos prédios tombados.

Fotos: Divulgação.FAL3
No dia 19, por exemplo, haverá a apresentação do Circo Família com Teatro de Anônimo e oficina de Re-Roupinha, de 10h às 12h, na Praça Antero de Quental, ao lado da futura estação da Linha 4 do Metrô. Haverá ainda programação especial de cinema, ateliês, exposições simultâneas e projeções no pontão do Leblon, além de descontos nos bares e restaurantes participantes. FAL2 “Teremos também intervenções artísticas nos três canteiros da Linha 4 do Metrô no Leblon, que se tornarão uma espécie de galeria de arte a céu aberto. Os lambe-lambes (pôsteres artísticos) produzidos durante o Festival serão afixados aos tapumes da obra. É uma forma de dar visibilidade ao trabalho dos artistas e compartilhá-lo com nossos colaboradores e com quem passa próximo aos canteiros. O Festival é mais uma iniciativa para estreitar o relacionamento com os moradores e frequentadores do Leblon e de fomentar o comércio local.” afirma Marcela Villas Bôas, coordenadora de Comunicação do Consórcio Linha 4 Sul. Para Evelyn Rosenzweig, presidente da Associação Comercial e de Moradores do Leblon (AmaLeblon), a cidade precisa de eventos que levem as pessoas para as ruas. “Este é um tipo de ocupação do bem, com arte e cultura, que promove interação e diversão gratuitas."  

Tags: