Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Confira as 15 conclusões da JWT sobre o futuro mobile

Por: 0. 4 de Abril de 2012

A JWT participou do último Mobile World Congress 2012, realizado em Barcelona no mês passado. Durante o evento, a empresa analisou as tendências no mercado de telefonia móvel e como o seu crescimento e diversificação vem transformando a rotina das pessoas. Confira aqui os 15 pontos cruciais sobre o mercado mobile na visão da empresa. 1) Tudo é "inteligente": Não só os telefones móveis tornam-se "inteligentes", mas todos os tipos de "coisas", de automóveis a geladeiras e casas, também estão superconectados. No futuro, a medida que mais fabricantes incorporarem Wi-Fi, cartões SIM e outras tecnologias para um maior número de produtos, tudo deve se conectar à internet, tornando-se inteligente. 2) Internet é sinônimo de acesso: fornecedores de tecnologias móveis têm ampliado sua infraestrutura nas zonas rurais e reforçado os sistemas existentes para garantir que mais pessoas possam se comunicar, enquanto os fabricantes produzem dispositivos de baixo custo que oferecem acesso à internet para milhões de pessoas em todo o mundo. 3) A tecnologia humanizada: comando de voz e gestos se tornam cada vez mais comuns. A tecnologia irá nos atender mais e melhor, adaptando-se ao nosso dia-a-dia, ao invés de nós termos que nos adaptar a ela. Experiências digitais se tornarão sinônimos de simplicidade e facilidade de uso. 4) Os dispositivos móveis serão gurus do bem-estar: telefones inteligentes ajudam as pessoas a levarem vidas mais saudáveis ??graças às informações, recomendações e lembretes com base em dados coletados por sensores incorporados na roupa de seus usuários (sapatos, pulseiras, etc.) ou por meio de recursos de telefone associados a outros detectores de movimento, como câmeras. 5) Os dispositivos móveis como tábua de salvação: Os telefones celulares estão se tornando ferramentas importantes para aumentar o acesso à assistência médica e diagnóstico de doenças, assim como para salvar vidas em situações de crise. 6) Celulares inteligentes deixam de ser devices para serem a interface: O smartphone será o elo vital entre os dispositivos e produtos ligados à energia elétrica (a "Internet das Coisas"), e seus usuários. Entre outros fins, as pessoas vão usar os dispositivos para controlar remotamente aparelhos, interagir com as suas telas e ajustar automaticamente as configurações de seus carros de acordo com suas preferências. 7) Os dispositivos móveis oferecem uma experiência única: Como os dispositivos para se conectar a serviços em nuvem, a tecnologia móvel vai nos ajudar a navegar o mundo de maneiras que são cada vez mais próximas da perfeição. E na medida em que players como Microsoft, Google e Apple aumentam suas linhas de produtos, desde televisores a comprimidos, vamos experimentar mais consistência entre as plataformas. 8 ) Os dispositivos móveis serão a nossa identidade: O dispositivo móvel irá se tornar um resumo dos dados, centralizados em um único local. Eles se alimentarão de informações pessoais e imagens que recolhemos ao longo do tempo, e servirão de carteira e de "chave-móvel" sincronizando com outras tecnologias de foram segura e perfeita, como Bluetooth e NFC (Comunicação de Curta Distância). 9) Os dispositivos permitem-nos fazer compras sem problemas: O smartphone será a senha para fazer compras. Códigos QR permitem que os usuários de smartphones façam compras a qualquer hora e em qualquer lugar. A integração da tecnologia NFC em telefones celulares permite pagamentos com ainda mais rapidez e facilidade. E na medida que o e-commerce e as lojas físicas integram estas tecnologias, a compra pode envolver simplesmente tirar uma foto ou tocar um sensor e, em seguida, obter uma ordem ou receber o produto/serviço. 10) Os dispositivos móveis permitem abordar vários meios de comunicação social de uma só vez: Os dispositivos móveis estão se tornando a pressão ou distração de outras plataformas de mídia e conteúdo. Os consumidores estão indo de uma tela para outra e brincando com seu tablet ou smartphone enquanto assistem à televisão, jogam videogame, trabalhar em seu computador, etc. 11) A batalha para ganhar acesso à propriedade do material: Com a proliferação de serviços em nuvem baseados em internet e dispositivos habilitados, os consumidores serão os proprietários de seus meios para acessá-los por meio de assinaturas. Ou seja: o que quiser ler, quando e onde quiser. 12) A personalização irá atingir a sua máxima extensão: Os dispositivos móveis cada vez mais utilizam os dados que têm acesso a partir de compras feitas por meio de interações de mídia social e localização de pessoas, para fornecer uma informação adequada para o usuário. Eles passam a analisar o desempenho passado e atual, bem como a atividade que as pessoas têm para dar sugestões sobre lugares que se pode visitar, atividades que se pode realizar e os itens podem ser comprados. 13) Sobre a partilha de informações: Os proprietários de dispositivos móveis estão se tornando mais conscientes do valor de seus dados pessoais. Para refinar os motores de personalização, as pessoas vão parar para pensar mais cuidadosamente sobre as informações que estão dispostos a partilhar. 14) Aumentar a conscientização sobre segurança: O uso de aplicativos, navegação móvel e pagamentos móveis comprometem dados pessoais e são ameaças de segurança crescentes. 15) Medo de perder o telefone: Refere-se ao medo que as pessoas sentem quando estão separadas de seu dispositivo móvel. Cada vez nos tornamos mais ligados aos dispositivos móveis, que torna-se uma espécie de centro de dados. Por esta razão, é essencial que eles estejam intimamente ligados à nossa identidade. A ansiedade de uma iminente perda dos dispositivos tende a aumentar.

Tags: