Canal
Geral

Como criar um programa de fidelidade eficaz

Por: WLC 10 de Junho de 2016

Para manter um bom relacionamento, as empresas oferecem como atrativo prêmios e vantagens aos clientes, podendo ser esses diferenciais simples, como vouchers e descontos, ou até viagens e carros. Porém, não basta ter uma ideia de programa e aplicar sem critérios. É necessário que as empresas olhem para seus clientes e percebam o melhor caminho para chamar a atenção deles e satisfazê-los. Vamos a 4 dicas de como criar um programa de fidelidade eficaz:

1. Saiba quem é o seu cliente.

Conhecer o público com o qual o programa de fidelização será trabalhado é essencial para que se tenha efeito positivo para ambos os lados. Um caminho comum já percorrido pelas companhias é manter um cadastro atualizado com as informações básicas dos seus clientes, por exemplo. Ou fazer uma pesquisa perguntando diretamente as preferências e o que eles esperam da sua marca. Um outro caminho que tem sido bastante adotado pelas empresas é o cadastro a partir das redes sociais. A vantagem é que dentro das redes é possível encontrar informações sobre hobbies, interesses, entre outros,  que possam ser ricas para o cadastro do consumidor.

2. Treine sua equipe de vendas.

As equipes de vendas são essenciais para o programa de fidelidade ter sucesso. São elas que estão em contato diariamente com os seus clientes, podendo assim, perceber preferências e padrões de consumo que podem ajudar na construção do programa. Além disso, para fidelizar ou conseguir um cadastro é necessário que antes tenha sido realizado o primeiro contato de venda, e esse contato se da pela equipe de vendas. Portanto, qualificar seu time para oferecer a melhor experiência de venda é indispensável para uma abordagem correta. 

3. Saiba quanto o programa vai custar

Diferente de uma promoção, um programa de fidelidade é pensado para ser algo a longo prazo. Sua base é oferecer premiações aos clientes fiéis, ou seja, para aqueles que geram lucro a sua empresa. E tendo isso em vista, é indicado que haja uma análise dos custos do programa para que se mantenha um equilíbrio entre o dinheiro investido nos prêmios e vantagens e o retorno em lucro vindo do público. Afinal, ao mesmo tempo que as empresas procuram fidelizar seus clientes, elas também procuram o lucro.

4. Saiba conquistar o seu público

Conhecendo o seu público, você pode oferecer premiações mais atrativas. E oferecer prêmios melhores significa conquistar mais gente para o seu programa. Manter essa taxa de adesão alta é o que faz com que seu programa seja considerado bom,  faz com que mais pessoas engajem e disputem uma recompensa, e com que sua empresa lucre. Programas de fidelidade com baixa adesão não oferecem recompensas atraentes, e portanto, não chamam a atenção do público.

Com essas dicas, já é possível perceber que fidelidade é coisa séria e não pode ser tratada como algo simples de conquistar. Caso o seu empreendimento não tenha o suporte necessário para a ativação de um programa de fidelidade, hoje em dia há empresas especializadas no assunto e que oferecem soluções personalizadas a fim de garantir os melhores resultados para a sua empresa. 

Tags: Viagens e Destinos - M.I.C.E