Canal
Geral

Começa hoje a 17ª edição da Rio Sports Show

Por: 0 16 de Julho de 2015

A 17ª edição da feira Rio Sports Show, uma das maiores feiras de esporte, fitness e bem-estar do Brasil, reunirá até 18 de julho, no Centro de Convenções SulAmérica, mais de 70 empresas com novidades em equipamentos, serviços e produtos na área de fitness, um mercado que cresce 13% ao ano no Brasil. Marcas presentes nas principais academias de ginástica do país como Movement e Righetto  apresentarão os mais recentes lançamentos para o mercado. Focado em negócios, o evento é direcionado a profissionais como empresários e gestores de academias, lojistas de material esportivo, alunos de educação física e fisioterapia, atletas, clubes, associações esportivas, hotéis, incorporadoras, entre outros.

Foto: Divulgação.
rio-sports-show-apresenta-lancamentos-para-o-mercado-de-fitness A entrada é gratuita mediante convite do expositor ou credenciamento feito pelo site da feira de negócios. A expectativa é que o evento receba dez mil pessoas e movimente mais de R$ 48 milhões de reais. A Rio Sports Show terá ainda atrações como a presença do ultramaratonista Carlos Dias, que se prepara para correr os 250km da prova internacional Racing the Planet, que este ano acontece no Equador. O atleta irá convidar o público para participara de testes em esteiras.
Números do relatório da IHRSA Global Report 2014, que avalia movimentação do segmento no mundo, mostram que o Brasil continua ocupar o segundo lugar em número de academias no mundo, com cerca de 30.700 unidades, perdendo somente para os Estados Unidos, que contabiliza 32 mil. Por outro lado, há uma grande potencial de crescimento no Brasil, já que o país fatura somente 2 bilhões de dólares e tem uma média de 254 pessoas por academia, enquanto nos  EUA esses números são de  22 bilhões de dólares com uma média de 1,5 mil frequentadores. Além disso, nos EUA, cerca de 15% da população pratica atividade física, enquanto no Brasil, apenas 4%, sendo que a maioria prefere se exercitar em parques, nas ruas e em casa. Pesquisa divulgada recentemente pelo Ministério dos Esportes também mostra que quase a metade da população não faz nenhuma atividade física. Idealizadora do evento, Ana Paula Leal Graziano diz que além dos números favoráveis, grandes eventos como as Olimpíadas no Brasil impulsionam ainda mais o setor que abrirá muitas oportunidades. Conta ainda em favor dos empresários no Brasil o crescimento de renda e da preocupação com a saúde. "As empresas, principalmente as pequenas, aproveitam a expansão do mercado fitness para investir em produtos e serviços para os praticantes de atividades físicas. Por isso, o evento é um lugar pensado para que os compradores possam analisar os produtos com calma e conforto, além de debater alternativas de como despertar o interesse de mais brasileiros pelas academias.", explica Ana Paula.

Tags: