Canal
Geral

Coca-Cola Femsa Brasil patrocina a oitava Buddha Bar

Por: 0 8 de Outubro de 2014

A oitava edição da festa Buddha Bar, que será realizada no dia 18/10, na Hípica Chevals, em Nova Lima, conta com o patrocínio da Coca-Cola Femsa Brasil. Entre as atrações do evento está a presença de grandes nomes da cena eletrônica, como o DJ internacional Ravin, residente da festa original francesa. As marcas Burn e Heineken serão destaques na festa, que também contará com outros produtos do portfólio da Coca-Cola Femsa Brasil. Buddha Bar Criada na França na década de 1990, a Buddha Bar se tornou referência entre os amantes de música, alta gastronomia e entretenimento. Atualmente, consiste em um projeto itinerante que recria um ambiente oriental e já esteve em cidades como Nova Iorque, Moscou, Londres e Beirute. Para Luciano Sá, gerente de Publicidade, Promoções e Eventos da Coca-Cola Femsa Brasil, a Buddha Bar atrai um público jovem e moderno, que é o foco de Burn e Heineken. “É uma festa que reserva emoções únicas, que poderão ser vividas mais intensamente por meio de nossas marcas. Assim como a nova fórmula de Burn (máxima dosagem de taurina e maior dosagem de cafeína), que convida as pessoas a viverem experiências irreversíveis.”, afirma Sá. Buddha Bar 2Sobre a Coca-Cola Femsa Coca-Cola Femsa, SAB de C.V produz e distribui Coca-Cola, Fanta, Sprite, Del Valle, e outras bebidas do portfólio da The Coca-Cola Company em dez países. A empresa também engarrafa e distribui água, sucos, chás, isotônicos, cervejas e outras bebidas em alguns desses territórios. No Brasil, a empresa está presente como Coca-Cola Femsa Brasil, empregando cerca de 20 mil funcionários e atendendo mais de 72 milhões de consumidores, distribuídos nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro e em parte do estado de Goiás. No Brasil, são 41 centros de distribuição e nove fábricas, sendo a unidade de Jundiaí (SP) a maior no mundo em volume de vendas em produtos Coca-Cola. Há ainda uma décima unidade fabril em construção, em Itabirito (MG).

Tags: