Canal
Geral

Chegou o único prêmio 100% marketing promocional

Por: 0 3 de Abril de 2012

Então, depois de algum tempo sem falar de coisas amenas, mais ou menos, porque postei uns quatro ou cinco textos desde janeiro, um deles, pelo menos, ameno, descobri, de novo, que... ninguém lê, especialmente em janeiro e fevereiro. Normal né, a gente é filho de Deus e tira férias. Opa, eu não tirei férias! Então sou filho de Deus? Ah!, quer saber, vou repetir dois dos textos que escrevi nesse período porque quero que a galera leia e comente. Eu aviso quando.

Brincadeiras à parte, o texto de hoje é um toque nos verdadeiros Criativos e Promocitários do Marketing Promocional. É que a Ampro divulgou este mês a abertura das inscrições do The Globes, o maior e mais importante prêmio do Marketing Promocional do mundo, e o único 100% voltado para o nosso mercado, seus cases e projetos. Isso é muito relevante num momento que outros prêmios por aí, alguns que nunca deram o verdadeiro e devido valor para o Marketing Promocional e que, agora que somos bola da vez na verba do cliente, querem, óbvio, tirar uma “casquinha” da verba da gente, mandando e-mail marketings e comunicados cheio de amor pelo Promo. Alguns, e eu não vou citar o nome nem que me matem, pra não encher empada ruim, nem no júri tem profissionais promo, contando basicamente com publicitários, clientes e sabe-se lá quem mais, para julgar peças promo com a capacidade e autoridade, alguns, claro, que tem um padeiro que faz cupcakes para julgar peças de design de PDV.

Os resultados desses prêmios é óbvio, ganham agências de publicidade em categorias de enquadramento absurdo das peças julgadas, em detrimento de verdadeiras agências promo. Ah!, antes que venham com hem, hem, hem, informo desde já que existem sim agências de publicidade (hoje chamadas de Comunicação) qualificadas para criar para promo, mas, nesse caso, podem procurar que elas ou têm um profissional promo contratado entre seus colaboradores, agência promo parceira (eu mesmo já criei pela Conceito para várias agência de publicidade, sem que o nome da Conceito aparecesse nos créditos), ou um departamento promo. Mas é caso cada vez mais específico mesmo, embora prolifere a ideia de que todo mundo faz e manja promo. Meu texto é uma convocação. Vai ficar aí parado, inscrevendo-se em prêmios que nada têm a ver com a gente e podem sancionar ideias que nos deixam numa condição secundária de fornecedores, induzindo à crença de que “todo mundo, e qualquer um, faz marketing promocional”? Ou vai acessar www.amproglobesawards.com.br e inscrever seus cases e trabalhos maravilhosos? Procure a Maria Flávia, os diretores e presidentes das regionais e Capítulos da Ampro que representam sua cidade, seu Estado, já que a primeira fase é regional. ] Pode ficar tranquilo que quem vai julgar conhece profundamente as ferramentas promo ou estará cercado de quem conhece e terá, no seu voto, uma visão de cliente, mídia, ou mesmo popular, mas sem o peso indevido de quem pode dar um prêmio na Categoria Ação Promocional a um projeto de Marketing Direto, como eu já vi acontecer por aí. Eu tenho o meu Globes guardadinho aqui. Prêmio pessoal, do qual muito me orgulho e, esse ano, temos novidades, porque os prêmios individuais voltam. Serão premiados os melhores profissionais do ano de Planejamento, Criação, Atendimento, Produção e, nesse último, me sinto mais uma vez feliz ainda, porque está ficando cada vez mais claro para todo mundo que “sem o produtor a ideia é nada” e que esses profissionais precisam sim ser reconhecidos em premiação, como fizemos no Produtores Promoview, primeiro prêmio exclusivamente voltado aos Produtores. De resto, é isso. Vida que segue, prêmio à vista e... estou de volta. Pra quem gosta e pra quem não gosta. Tudo bem. Sou filho de Deus... mesmo sem tirar férias.

Tags: