Canal
Geral

Cerveja self-service é sucesso nos EUA

Por: 0 15 de Julho de 2014

A marca DraftServ, que disponibiliza máquinas de bebida nos EUA, encontrou uma solução tencológica para que os torcedores evitassem pegar filas durante jogos de beisebol na hora da sede. Ela implantou máquinas de cerveja self-service, acionadas por cartões pré-pagos. A novidade apareceu no estádio Target Field, casa do time Minnesota Twins. A máquina permite que os clientes sirvam quanta cerveja quiserem. A venda, porém, é limitada: é preciso pré-carregar um cartão para ser usado nas máquinas e os torcedores só podem voltar a se servir a cada 15 minutos. Além disso, empregados identificados controlam os mais "sedentos" a qualquer sinal de embriaguez. self-serve-beer-station Os cartões podem ser pré-carregar com 10, 20 ou 50 dólares. Todas as máquinas de self-service tem quatro cervejas para escolher: Bud e Bud Light, Top Lemon Shandy, Goosel Island  e Urban Pale Ale. O pagamento não acontece por copo, mas por onças, a medida padrão de volume nos EUA (1 Onça Fluida, ou Fl Oz é igual a 30ml). Isso facilita que o torcedor não precise comprar um copo cheio de bebida, mas que volte diversas vezes à máquina. Cada 30 ml custa entre 38 e 40 centavos de dólar, cerca de quatro dólares por litro de cerveja. Cada máquina DraftServ é equipada com um software de rastreamento de dados que analisa e relata todo o consumo de cada cliente bem como dados demográficos. Estas informações são armazenadas na sua plataforma global de gerenciamento de nuvem. Assim, informações sobre preferências dos consumidores e decisões de compra estão ao alcance de um clique. Mas não pense que as máquinas são apenas uma forma de reduzir custos e filas. Elas estão sendo usadas como mais um exemplo de internet das coisas. São uma ferramenta de live marketing que conecta algo até então incalculável, o quanto cada consumidor bebe durante um jogo, transforma em dados para melhorar futuras campanhas, e, de quebra, ajuda a melhorar a compreensão sobre a entrega de cada ação na perspectiva do cliente, patrocinador ou anunciante. De todos os esportes norte-americanos, vale a pena acompanhar o beisebol. É em torno dele que mais tem sido incorporadas tecnologias para ações de marketing promocional, de forma a não apenas proporcionar experiências aos consumidores, mas também engajá-los. As máquinas draftserv estão sendo consideradas uma grande inovação em todos os campos. Como apresentar resultados das suas ações promocionais e ganhar o Leão de Cannes? Solicite acesso em primeira mão aqui para receber o guia que lançaremos em agosto!

Tags: