Canal
Geral

<!--:pt-->Center D participa da Campanha do Agasalho<!--:-->

Por: 0 14 de Junho de 2010

Neste inverno, o Shopping Center D está entre as instituições que oferecem postos de arrecadação da Campanha do Agasalho 2010. Intitulada “Quanto mais gente, mais quente”, a ação, que tem estrelas do futebol paulista como garotos propaganda, é promovida pelo Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo (Fussesp) e abrange todo o Estado em locais como farmácias, escolas, supermercados, estações do metrô e da CPTM.

No Shopping Center D as doações podem ser feitas no piso G1, dentro da Sala de Atendimento ao Cliente (SAC). No local, há uma caixa com a logomarca da campanha, onde diferentes peças de roupa de frio podem ser depositadas. As doações serão encaminhadas para cerca de 1.800 instituições cadastradas pelos organizadores da campanha, como creches, asilos, albergues e casas para deficientes físicos ou dependentes químicos da capital e de outros municípios do Estado de São Paulo. “Ao recebermos um grande número de pessoas em nossas dependências todos os dias, contamos com um grande potencial de arrecadação. Por isso, a nossa participação nesta campanha é, antes de tudo, um dever para com a sociedade”, diz Elizabeth G. Coutinho, gerente de Marketing do Shopping Center D. Craques da Solidariedade Em ano de Copa do Mundo, as celebridades escolhidas para protagonizar a Campanha do Agasalho 2010 foram os principais craques dos quatro grandes clubes do futebol paulista: Dentinho, do Corinthians; Pierre, do Palmeiras; Neymar, do Santos e Cicinho, do São Paulo. A ideia foi mostrar que até jogadores rivais podem deixar as diferenças de lado em prol da missão de encorajar a população a doar roupas e cobertores neste inverno. “Como o assunto do ano é a Copa do Mundo, queremos mostrar que a solidariedade também faz parte do futebol”, diz a presidente da Fussesp, Deuzeni Goldman. Além de cartazes e banners, a ação também contará com um vídeo gravado com os quatro jogadores e spots de rádio com as falas de cada um deles. “Em 2010, o foco da campanha não é apenas bater metas numéricas. Queremos fazer com que as pessoas doem aquilo que também usariam, ou seja, peças limpas e em bom estado”, diz Deuzeni.

Tags: