Canal
Geral

Casa da Barbie em Berlim é marcada com protestos

Por: 0 20 de Maio de 2013

Um grande número de pessoas, entre elas, diversas integrantes do coletivo feminista Femen, manifestaram em Berlim na quinta-feira (16/05) contra a abertura da primeira "casa da Barbie" na Europa, em tamanho real. A notícia saiu em nosso canal internacional no mesmo dia (clique aqui). Os participantes da passeata denunciam a imagem de mulher-objeto simbolizada pela boneca americana, desejada por meninas do mundo inteiro.

A casa cor de rosa de  2.500 m², réplica perfeita da morada de plástico da boneca mais famosa do planeta, abriu suas portas ao público a poucos metros da não menos famosa Alexanderplatz, em Berlim. Fotógrafos alemães e estrangeiros estavam presentes na inauguração, uma ocasião ideal para vários coletivos  denunciarem o escândalo da iniciativa.

Grupos inflamados protestavam contra a imagem de perfeição veiculada pelo brinquedo, "Uma imagem ideal que nenhuma menina pode atingir, uma inversão de valores que pode levar a frustrações, depressões e outros sentimentos negativos traumatizantes", explicou uma participante da manifestação.

"Não queremos que as crianças construam sonhos impossíveis que, para serem atingidos no futuro, as levarão fatalmente à mesa de um cirurgião plástico", gritava uma mãe, revoltada. Uma manifestante do coletivo feminista Femen, os seios nus com o slogan "Life in plastic is not fantastic" (A vida em plástico não é fantástica), referência às Barbie Girls, queimou um crucifixo com uma Barbie no lugar de Jesus no gigantesco sapato colocado em uma fonte em frente à casa. Confira:

Tags: