Canal
Geral

Campanhas publicitárias sustentáveis não têm crédito

Por: 0 12 de Julho de 2011

No Brasil, apenas 36% dos consumidores acreditam em campanhas publicitárias sustentáveis. Apesar de a consciência ambiental ter aumentado, 39% dos latino-americanos duvidam de propagandas que se mostram preocupadas com o planeta. Os dados sobre a desconfiança em relação às atitudes verdes empresariais foram os resultados do estudo “Green Thermometer” (Termômetro Verde) desenvolvido pela empresa aquecimento global. A companhia especializada em pesquisas de consumo registrou os dados em 15 nações latino-americanas.

Segundo o levantamento, cresceu o número de pessoas que sabem dos perigos em relação às mudanças climáticas. Em 2009, 77% dos cidadãos já tinham ouvido falar do termo “aquecimento global”, mas felizmente, em 2010, o número cresceu para 92%. Ainda de acordo com o estudo, o aquecimento global é a segunda maior preocupação ficando atrás apenas do tema “segurança”. A elevação da temperatura na Terra é temida por 47% dos entrevistados, ou seja, quase metade. As empresas do México, Colômbia e Bolívia têm mais credibilidade quando anunciam campanhas relacionadas ao meio ambiente. No fim das contas apenas 26%, das pessoas entrevistadas, confiam e valorizam a mensagem transmitida. O restante não vê resultados efetivos nas campanhas “verdes”. A pesquisa realizada em 2010 foi apresentada em junho desse ano no debate “Sustentabilidade na Era do Consumo”, organizado pelo Lide (Grupo de Líderes Empresariais). Durante o evento ficou claro que as ações ambientais não são uma tendência passageira. Os consumidores estão atentos às empresas que se dizem “verdes”. Fonte: Diário do Grande ABC.

Tags: