Canal
Geral

Campanha do Instituto Renault orienta a não tirar selfies ao volante

Por: Assessoria 8 de Maio de 2017

Em apoio ao movimento Maio Amarelo, o Instituto Renault lança, neste domingo, uma campanha de conscientização sobre o perigo de tirar selfies na direção. Hábito comum na atualidade, a prática contribui para a perda de atenção do motorista nas condições de trânsito, podendo ser causa de acidentes.

A campanha estreia neste domingo nas redes sociais da Renault (facebook.com/renaultbrasil e instagram: @renaultbrasil) e permanece durante todo o mês, que também será marcado por uma série de outras ações da marca em nome da segurança no trânsito – um dos eixos de atuação do Instituto.

“Mais uma vez, colocamos em pauta um tema atual e importante para conscientizar as pessoas sobre a necessidade de todos os que fazem parte do trânsito – seja a bordo de um carro ou não – contribuam para que tenhamos condições mais humanas e seguras nas ruas e estradas do Brasil”, afirma Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de Comunicação da marca.

Dirigindo “que nem mulher”

Esta é a segunda campanha de conscientização no trânsito realizada neste ano pelo Instituto Renault nas redes sociais. No Dia Internacional da Mulher, a atriz Marina Ruy Barbosa e o ator Bruno Gagliasso ajudaram a quebrar o mito de que os homens dirigem melhor que as condutoras do sexo feminino.

Composta por três vídeos com informações que comprovam que dirigir como uma mulher é um grande elogio, a campanha contou com o apelo dos atores para convidar o internauta a utilizar a hashtag #eudirijoquenemmulher. Somente nas redes sociais, os vídeos tiveram mais de 2 milhões de visualizações.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo tem a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil, para colocar em pauta o tema da segurança viária e mobilizar a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.

Tags: Telefonia/Internet/Tecnologia | Sustentabilidade | Responsabilidade Social | Profissional de Mídia | Bares e Similares (PDV)