Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por

Caminhões de sorvete reaparecem com estilo moderno

Por: 0. 25 de Junho de 2015

A Good Humor, marca de sorvete conhecida pela tradicional pintura de seus caminhões, está tentando colocar um pouco de inovação em seu estilo e se atualizar para a era digital. A marca, que estacionou definitivamente seu icônico caminhão de sorvetes há quase 40 anos, está colocando o pé na estrada de novo para uma turnê de amostra grátis. Nesta engenhosa e deliciosa ação de live marketing os apreciadores do sorvete terão que seguir o caminhão no Twitter para conseguirem uma amostra. ht_ice_cream_trucks_render_jef_150528_4x3_992 A turnê chamada “Bem-vindo à era da alegria” fará paradas pelo Nordeste dos Estados Unidos neste verão numa tentativa da marca de 95 anos de atualizar suas técnicas de venda mobile para o mundo contemporâneo. Os consumidores podem convocar o caminhão tuitando para @GoodHumor enquanto ele faz as suas paradas pela cidade de Nova York, Filadélfia, Washington e Boston. E, em vez de tocar um jingle clássico, o caminhão vai colocar nos alto-falantes muito pop e rock. “Ele lembra o nostálgico caminhão do passado, mas suas nuances modernas nos trazem tecnicamente e também experimentalmente para o Século 21”, diz Nick Soukas, diretor de sorvetes da Unilever, dona da Good Humor.

Foto: Divulgação.
Good Humor A Good Humor, conhecida por suas inovações geladas, como sorvetes em barra e sanduíches, vendeu sua icônica frota de caminhões brancos em 1976, quando o preço da gasolina foi para a estratosfera, e então começou a focar as suas vendas em supermercados. Hoje, a marca ainda é vendida em caminhões de sorvetes operados por distribuidores independentes. O caminhão da Unilever foi criado apenas para ações de amostragem. Mas alguns distribuidores da Good Humour estão dando os seus próprios passos rumo à modernização. A Carnival Ice Cream, que opera em Nassau Conty, em Nova York, deu um design colorido para os seus vários caminhões e os equipou com sistemas de música que tocam os hits do Top 40. “Eles são divertidos e já era hora de uma mudança”, aponta Brittany Palillo, diretora de marketing da Dover Group, dona da Carnival. As estratégias para a modernização da Good Humor chegam num momento de queda nos resultados em lojas. Em 2014, as vendas da marca no varejo caíram de US$ 226,1 milhões para US$ 218,4 milhões. Em 2012, foram de US$ 236 milhões. Os dados são da Euromonitor International. Segundo Soukas, há algumas áreas da marca que estão em declínio e outras que estão crescendo. Os caminhões também foram uma chave de crescimento para o fundador da marca, Harry Burt, que criou a Good Humor Bar em 1920, em Youngstown, Ohio. Suas táticas de marketing incluíam uma frota de 12 caminhões brancos de sorvete, que eram equipados com sinos e dirigidos pelos homens de branco da marca.

Os motoristas tinham que seguir um estrito código de conduta. Um requisito era que eles inclinassem os chapéus para as mulheres e saudassem os homens. “Esteja sempre alerta, seja cortês e agradável”, está escrito em um antigo manual, que ainda pede que os funcionários “façam amizade com crianças” e “prestem atenção na segurança delas”.

A Unilever começou a trazer os homens de branco da Good Humor de volta há alguns anos em seus eventos de marketing. Os funcionários atuais são um grupo racialmente diverso. Mas este ainda é um clube só para homens. “Por enquanto, eles continuarão sendo todos homens”, afirma Soukas. “Mas nós não estamos fechados para uma oportunidade de, no futuro, reunir outro gênero”.  

Tags: