Canal
Geral

Chuva de TWIX movimentou redes sociais

Por: 0 28 de Dezembro de 2010

Post publicado às 14h55 de 30 de Maio de 2010

Muito badalada durante toda a semana nas redes sociais e veículos de grande credibilidade, a ação de marketing promocional Chuva de TWIX, frustrou parte dos que foram ao evento para comer chocolates e acabou se transformando no mais novo fenômeno das redes sociais brasileiras. No começo da tarde do último dia 30/5, logo após o término da promoção, uma "chuva" de posts no Twitter criticava a ação, que foi seguida de fotos no twitpic e vídeos com depoimentos em centenas de blogs e sites.

As pessoas utilizaram sombrinhas e guarda chuvas ao contrario para pegar seus chocolates.Participantes utilizaram sombrinhas e guarda-chuvas na "caça" aos chocolates.

A situação levou a assessoria de imprensa da Mars a publicar uma nota já na noite de domingo, no blog oficial da promoção, que recebeu mais comentários. O fato é que a equipe do Promoview, presente no local desde às 12h30, percebeu que mais pessoas do que o esperado pela organização se aglomeravam em frente ao estacionamento na Av. Paulista com a Rua Pamplona. Sem conseguir entrar, a maioria experimentou frustração. A ação foi bem organizada, com um relógio realizando contagem regressiva, animador, merchandising, promotoras, capas de chuva e óculos como brinde. A promessa foi cumprida e foram jogados chocolates para os presentes na parte interna do estacionamento, mas não na quantidade desejada. Quem assistia tudo do lado de fora, sem conseguir entrar, viu apenas a chuva de papel, o que levou muitos a comentarem que a chuva de papel substituiu a chuva de chocolate.

Segundo a organização, aproximadamente cinco mil pessoas compareceram ao local e a entrada no estacionamento onde aconteceu a ação foi restrita a duas mil, por questões de segurança e que, por este motivo, muitos não conseguiram pegar chocolates, mas que foram 16 mil unidades distribuídas pelas mãos dos promotores da agência. Mesmo assim, a chuva de críticas seguiu-se e ganhou dimensão, especialmente no Twitter, onde foi  classificada pela maioria como #Epicfail. Veja os comentários aqui.

[caption id="attachment_58900" align="aligncenter" width="561" caption="Quem entrou no estacionamento ganhou capa de chuva e óculos para encarar a "chuva"."]Quem entrou no estacionamento ganhou capa de chuva e óculos para encarar a "chuva"[/caption] [caption id="attachment_58936" align="aligncenter" width="561" caption="Papel picado misturado com Twix alavanca o mais novo fenômeno das redes sociais brasileiras"][/caption] [caption id="attachment_58887" align="aligncenter" width="400" caption="Quem ficou do lado de fora do estacionamento experimentou frustração..."][/caption] [caption id="attachment_59015" align="aligncenter" width="450" caption="... enquanto quem estava dentro comemorou a conquista dos chocolates"]... enquanto quem estava dentro comemorou a conquista dos chocolates[/caption] [caption id="attachment_58896" align="aligncenter" width="560" caption="Equipe promocional que distribuiu os chocolates para o público."][/caption] [caption id="attachment_58972" align="aligncenter" width="493" caption="Relógio foi instalado no estacionamento e informou o momento da ação."]Relógio foi instalado no estacionamento e informou o momento da ação[/caption]

Painel integrante do merchandising no local da chuva de Twix

Painel integrante do merchandising no local da chuva de Twix.

[caption id="attachment_58976" align="aligncenter" width="533" caption="Espaço escolhido para chuva de TWIX na Paulista foi pequeno."]Espaço escolhido para chuva de Twix na Paulista foi pequeno[/caption]

Entenda a história

Idealizada e criada pela agência Caju68, a trama da marca teve início com um filme viral em que um pesquisador, Nicolau Lourenço Ribztein Pinto, apresenta evidências da ocorrência, em vários períodos da história, de um fenômeno conhecido como Chuva de TWIX. A cada dia, Nicolau compartilha novas provas e interage com o público por intermédio de seu blog e nas redes sociais Twitter, Facebook e You Tube, pedindo ajuda para recolher evidências que apontam para um novo acontecimento da “Chuva” no Brasil. “Pensamos em algo que fosse de alto impacto, divertido e ao mesmo tempo inovador. Mais ainda, algo que estivesse no imaginário das pessoas. Quem nunca sonhou com uma chuva de chocolate? Para que isso fizesse sentido, construímos uma estratégia que envolve história, personagem e um contexto”, comenta Mauro Pagano, um dos sócios da agência Caju68. A LVBA, assessoria de imprensa da Mars enviou a seguinte nota para nossa redação: "Depois de muita espera, enfim, aconteceu a Chuva de TWIX®. Durante de 2 minutos, choveu cerca de 16 mil chocolates, que fizeram a alegria das mais de 2 mil pessoas que participaram do evento. Recebemos um público muito maior que o estimado e, para garantir a segurança de todos, tivemos que optar por restringir o acesso à área da chuva. Com isto, certamente também tiramos um aprendizado valioso de toda essa ação. Logo após o evento, a equipe de limpeza iniciou os seus trabalhos, garantindo a remoção de todos os chocolates e papéis picados no local e proximidades. Agradecemos a presença e o entusiasmo de todos e nos desculpamos aos que não puderam fazer parte desta festa, pois sabemos do carinho e atenção com a nossa marca. Reforçamos que estaremos sempre próximos ao público oferecendo novas ações." A Caju68 postou a seguinte nota de esclarecimento no Facebook: "Como criadores do conceito e de toda a comunicaçao da campanha, e também por nosso compromisso com todos que de alguma forma participaram deste projeto, reconhecemos a ocorrência de falhas que impediram o desenrolar do evento conforme o planejado. A campanha ganhou enorme dimensão em seus momentos finais (sobretudo nos últimos dois dias). Por essa razão, o número de pessoas que vieram ao local marcado superou em muitas vezes o número de seguidores do personagem criado, ultrapassando as mais otimistas estimativas. Num curto período de tempo, enorme contingente mobilizou-se. Foi necessário tomar atitudes drásticas e que não agradam. Decisão muito dificil. Preço alto que se paga para garantir a segurança dos presentes. Somou-se a isto uma ainda não compreendida falha nas máquinas, o que não permitiu que os chocolates fossem lançados a altura prevista e se distribuissem homogeneamente, como havia ocorrido nos testes realizados pela produtora responsável pela operação do evento. Ainda assim, com o apoio dos promotores contratados, os 16 mil chocolates foram entregues aos participantes.Isto gerou compreensível insatisfação por parte do público presente, que manifestou-se nos canais que achava conveniente.E entendemos a repercussão em torno do tema, pois a expectativa era muito grande, e não fugimos de nossa responsabilidade."

Tags: