Canal
Geral

Caixa Cultural exibe a mostra Argentina Rebelde

Por: 0 18 de Agosto de 2015

A Caixa Cultural Rio de Janeiro apresenta, até 30 de agosto, a mostra de cinema Argentina Rebelde, com 17 filmes, entre longas, médias e curtas-metragens que traçam um amplo panorama do cinema argentino. O evento tem a participação de especialistas em cinema latino-americano como os críticos argentinos Alejandro Cozza e Roger Koza, a professora e escritora argentina, Ana Laura Lusnich, e o sociólogo e professor peruano, Isaac León Frías. Na abertura, que acontece hoje (18/08) haverá lançamento de catálogo da mostra com traduções de textos já clássicos e contribuições inéditas.

Foto: Divulgação.
[caption id="attachment_479053" align="aligncenter" width="560"]Filme a Invasão. Filme a Invasão.[/caption] A programação, que tem curadoria do crítico e pesquisador de cinema Victor Guimarães, reúne obras de diversos estilos, realizadas entre os anos de 1942 e 2013, desde o cine social dos anos 1940, passando pelo Nuevo Cine dos anos 1960 até as propostas mais radicais contemporâneas. A grande maioria dos filmes da mostra é inédita no Brasil e não conta com edições em DVD ou Blu-Ray no País (ou em língua portuguesa), apesar do reconhecimento de críticos e historiadores internacionais. Quase todos os filmes serão exibidos em película, em cópias restauradas. Entre os filmes selecionados estão o longa-metragem Invasão (1969), que tem argumento de Jorge Luis Borges e Adolfo Bioy Casares e se tornou uma verdadeira lenda na cultura argentina. O sentido da rebeldia que reúne as obras desta mostra é duplo e indissociável: a resistência à injustiça social e à repressão política na Argentina é aliada, no cinema, da insubordinação diante das gramáticas hegemônicas. Rebeldia que não tem apenas um sentido negativo, de oposição (embora essa negatividade seja fundamental), mas que se afirma como invenção apesar de tudo. "Cada filme, em seu tempo e a seu modo (como não poderia deixar de ser), combina essas duas faces de uma mesma atitude estética e política rebelde, que varia e se desdobra em um manancial de formas.", comenta o curador Victor Guimarães. Os ingressos para a mostra custam R$ 4,00 a inteira e R$ 2,00 a meia. A Caixa Cultural Rio de Janeiro fica na Avenida Almirante Barroso, número 25.

Tags: